uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Estudar na Natureza e também sem fronteiras graças a acordos Erasmus+
FUTURO. ESAC é a única instituição do país com os três níveis de ensino

Estudar na Natureza e também sem fronteiras graças a acordos Erasmus+

A Escola Superior Agrária de Coimbra integra o Politécnico daquela cidade. A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) dispõe de uma grande diversidade de actividades agrícolas que permitem ministrar um ensino essencialmente prático e laboratorial. Com 130 anos de história é a única instituição do país com os três níveis de ensino no âmbito da Agricultura Biológica e da Produção Florestal, onde a empregabilidade é praticamente garantida.

Edição de 26.07.2017 | Economia

A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC), integrada no Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), lecciona cursos ligados às várias áreas das Ciências Agrárias nos três ciclos de Ensino Superior: Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP), Licenciaturas e Mestrados.
Com uma exploração com cerca de 140 hectares, a ESAC dispõe de uma grande diversidade de actividades agrícolas, pecuárias, florestais, oficinas tecnológicas, laboratórios e outros espaços dedicados à investigação que permitem ministrar um ensino essencialmente prático e laboratorial, nas suas múltiplas vertentes.
Destaque para o facto de ser a única instituição do país com os três níveis de ensino superior em Agricultura Biológica, apoiados na existência de uma área certificada com 12 hectares onde produz uma grande variedade de produtos. Também ao nível das florestas, a formação disponível na ESAC vai desde o CTESP, passando pela Licenciatura em Ciências e Recursos Florestais, até ao mestrado.
Num universo de cerca de mil alunos, a ESAC cativa os alunos para desenvolverem o seu currículo numa vertente empreendedora, muito apoiada em casos de sucesso de projectos de ex-alunos que surgem no mercado e estabelecem depois parcerias, recebendo estagiários da instituição.
Refira-se o caso das formações na área da agricultura e florestas onde se regista uma taxa de sucesso dos projectos autónomos muito interessante, com resultados efectivos após a conclusão dos diferentes cursos, nas áreas Alimentar, da Tecnologia Ambiental e da Biotecnologia aplicada às áreas industrial e agrícola. Apesar dos casos de sucesso associados à criação de empresas, os maiores empregadores continuam a ser organizações desses sectores de actividade.
Com grande quantidade de projectos de Investigação e Desenvolvimento e com acordos com mais de 50 instituições de ensino superior estrangeiras no âmbito do programa Erasmus+, a aptidão técnico-científica e a mobilidade internacional para o exterior e de outros países para a ESAC, é uma realidade bem visível e enriquecedora para a formação de estudantes e professores, bem como para a produção científica da instituição.
Por todas estas razões, aliadas ao facto de poder estudar na cidade mais académica do país, a ESAC oferece oportunidades de um futuro com sucesso aos estudantes que queiram ingressar no ensino superior público.

Estudar na Natureza e também sem fronteiras graças a acordos Erasmus+

Mais Notícias

    A carregar...