uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Distrito de Santarém perdeu mais de doze mil eleitores desde as últimas autárquicas
REALIDADE. Distrito perdeu mais de 12 mil eleitores em quatro anos.

Distrito de Santarém perdeu mais de doze mil eleitores desde as últimas autárquicas

Número corresponde a catorze por cento do total de eleitores perdidos a nível nacional. O número de eleitores perdidos pelo distrito de Santarém nos últimos quatro anos é superior à soma dos eleitores dos seus três concelhos mais pequenos.

Edição de 26.07.2017 | Sociedade

Os vinte e um concelhos do distrito de Santarém perderam 12.296 eleitores desde as eleições autárquicas de Setembro de 2013. O MIRANTE comparou o mapa de eleitores usado nas anteriores eleições locais com o que será utilizado nas autárquicas de 1 de Outubro (publicado a 17 de Julho no Diário da República nº 136 - 2ª série) e constatou que o único dos 21 concelhos do distrito que não perdeu eleitores foi o de Benavente, onde há agora mais 406 inscritos do que há quatro anos.
No total, os eleitores perdidos pelo distrito de Santarém são mais do que a soma dos eleitores dos três concelhos mais pequenos (Sardoal - 3.337; Constância - 3.366 e Golegã - 4.984) e representam 14 por cento da perda de eleitores a nível nacional, que foi de 88.924 (No Continente e Regiões Autónomas os eleitores passaram de 9.458.604 em 2013 para os actuais 9.396.680).
O distrito de Santarém, com os seus 386.510 eleitores, é o sétimo dos 18 distritos nacionais em número de cidadãos inscritos nos cadernos eleitorais. Os concelhos que perderam mais eleitores desde 2013 foram Abrantes, Tomar, Santarém e Ourém.

Há mais estrangeiros a votar em Portugal mas o seu número é reduzido

Estão inscritos nos cadernos eleitorais dos 21 concelhos do distrito de Santarém, 412 cidadãos estrangeiros residentes na região. São mais 37 que em 2013. A maioria (331) são cidadãos de países da União Europeia. Os restantes (81) são brasileiros, cabo-verdianos e de outros países com os quais Portugal tem acordos em matéria eleitoral.
Há cidadãos estrangeiros com direito a voto em todos os concelhos do distrito de Santarém. Os concelhos onde há mais recenseados são Tomar (72), Ourém (58), Ferreira do Zêzere (57).
Podem votar nas eleições autárquicas, desde que inscritos no recenseamento no território nacional, todos os cidadãos portugueses (e cidadãos brasileiros com cartão de cidadão ou bilhete de identidade) e, ainda, os cidadãos dos países da União Europeia e também de Brasil, Cabo Verde, Argentina, Chile, Colômbia, Islândia, Noruega, Nova Zelândia, Peru, Uruguai e Venezuela, nos termos da Declaração n.º 30/2017, de 3 de Maio.

Distrito de Santarém perdeu mais de doze mil eleitores desde as últimas autárquicas

Mais Notícias

    A carregar...