uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Governo falha mais uma vez previsão para obras na Estrada Regional 361

Governo falha mais uma vez previsão para obras na Estrada Regional 361

Troço entre Amiais de Cima e Alcanena encontra-se bastante degradado e requalificação do pavimento é reivindicada há muito tempo. Promessas não têm faltado, obras é que nem vê-las.

Edição de 26.07.2017 | Sociedade

As há muito ambicionadas obras de requalificação do esburacado troço da Estrada Regional (ER) 361, entre Amiais de Cima (Santarém) e Alcanena, só deverão acontecer em 2018. O Partido Comunista Português (PCP) pediu ao Governo um ponto de situação sobre o projecto de requalificação da ER 361 e, de acordo com o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas, o processo aguarda ainda um parecer do Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF).
A adjudicação da empreitada, segundo a presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira (PS), está prevista só para 2018, visto que parte do troço entre Amiais de Cima e Alcanena atravessa a área protegida da Serra D’Aire e Candeeiros e a requalificação da estrada terá pequenas interferências com a área protegida.

Promessas já com barbas
Esta não é a primeira vez que o Governo promete obras para aquele traçado e aponta datas. Em Julho de 2016, O MIRANTE relatava que o martírio para os automobilistas e automóveis que circulam no troço da ER 361 entre Amiais de Cima e Alcanena poderia terminar em 2017, caso se concretizasse a promessa de obras feita pelo Governo, numa informação dada a deputados do PS eleitos pelo círculo de Santarém.
“Encontra-se prevista a reabilitação da EN 361 no troço entre Amiais de Cima e Alcanena no ano de 2017, conforme plano de proximidade das Infraestruturas de Portugal”, dizia o gabinete do ministro do Planeamento e das Infraestruturas, acrescentando que “foram introduzidas modificações ao projecto inicial de beneficiação, facto que alterou a data prevista para a sua conclusão”.
Na altura, dizíamos ainda, o projecto encontrava-se em fase de revisão e no final de Julho o mesmo deveria estar em condições de ser submetido a procedimento de Avaliação de Impacto Ambiental. No texto que suportou as questões enviadas ao Governo, os parlamentares socialistas referiam que o problema da ER 361 é de “urgente resolução”, referindo que “o Índice de Qualidade do Pavimento (numa escala de 0 a 5) era há uns anos atrás de 1.7, mas hoje com a forte utilização de veículos pesados, e com mais um Inverno, está próximo do 0”.
Há cinco anos, em Julho de 2012, o Movimento Cívico pela Repavimentação da ER 361 entre Alcanede e Alcanena informava que recebera da então Estradas de Portugal (agora Infraestruturas de Portugal) a garantia de que a segunda fase da intervenção nessa via, entre Amiais de Cima (Santarém) e Alcanena, iria ser retomada e que o lançamento do concurso público e o projecto de execução da segunda fase “deveria acontecer até finais de Setembro” de 2012. Até hoje nada de relevante se passou em termos de melhoria do pavimento.

Governo falha mais uma vez previsão para obras na Estrada Regional 361

Mais Notícias

    A carregar...