uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Oratório de São Jerónimo e lapa do Senhor Morto na Póvoa não são para demolir
Estado tem adiado a recuperação urgente daquele património da Póvoa de Santa Iria

Oratório de São Jerónimo e lapa do Senhor Morto na Póvoa não são para demolir

Na última semana alguém espalhou uma petição apelando à não demolição daquele edifício histórico. Presidente da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira adiantou que estão a ser feitos avanços no que toca ao projecto final para recuperar aquele património.

Edição de 12.12.2018 | Sociedade

É “uma valente mentira” que a Câmara de Vila Franca de Xira esteja a pensar demolir a lapa do Senhor Morto e o oratório de São Jerónimo, dois dos mais importantes elementos patrimoniais da freguesia da Póvoa de Santa Iria. A garantia foi dada na última semana pelo presidente do município, Alberto Mesquita (PS), em resposta a uma petição popular que anda a circular na internet a pedir que a câmara não proceda à demolição do espaço.
O autarca não sabe onde os promotores da petição foram buscar a ideia mas garante que tal não passa de uma mentira e que a demolição daquele património nunca esteve em causa. “Não há nem poderia haver a demolição de um património que é tão importante para a Póvoa de Santa Iria e para o concelho”, frisou.
A falsa petição – que aproveita o facto daquele património estar muito degradado por culpa do Estado - já tinha angariado perto de uma centena de assinaturas. O assunto foi levantado na última assembleia municipal por João Fernandes, do Bloco de Esquerda, que também se deparou com a petição e quis aferir da sua veracidade. “Finalmente parece que a Direcção Geral do Património Cultural (DGPC), depois de já termos feito três projectos e investido bastante dinheiro, lá conseguiu encontrar uma solução para se fazer o projecto de acordo com as indicações que nos deram para podermos avançar com a requalificação desse património”, explicou Alberto Mesquita.

Burocracia do Estado empata obras
A lapa do Senhor Morto e o oratório de São Jerónimo estão há décadas à espera de autorização para serem recuperados. Tudo porque a DGPC tem recusado emitir pareceres favoráveis que permitam ao município intervir no local. Há cerca de dois anos chegou a haver uma aprovação de princípio para os trabalhos poderem avançar mas depois, na prática, aquele organismo voltou a emitir parecer desfavorável final.
O tapume colocado por cima do oratório cedeu nos últimos anos devido à queda de uma árvore, deixando-o exposto à chuva. Em 1983 os azulejos do interior da nave do oratório foram furtados e em 1996 foi roubada uma pedra em forma de concha que sobrepujava o brasão do pórtico. A lapa do Senhor Morto foi retirada há vários anos para sofrer um restauro. A peça escultórica recria o local e os momentos que antecedem o sepultamento de Jesus.

Oratório de São Jerónimo e lapa do Senhor Morto na Póvoa não são para demolir

Mais Notícias

    A carregar...