uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Câmara compra salinas de Alverca para acabar com apetites imobiliários
Alberto Mesquita quer acabar o passeio ribeirinho de Alverca até 2021 e com isso obter ligação pedonal à Povoa de Santa Iria

Câmara compra salinas de Alverca para acabar com apetites imobiliários

Presidente do município de Vila Franca de Xira quer salvaguardar aquele património natural. Terreno chegou a ser da imobiliária Obriverca, que ali queria fazer um loteamento à beira rio. Com a falência da empresa passou para as mãos de um dos bancos credores, o Novo Banco, que agora o quer vender ao município.

Edição de 19.12.2018 | Sociedade

O terreno de quase 40 hectares à beira do rio Tejo conhecido como salinas de Alverca, considerado um dos importantes refúgios de aves protegidas da zona do estuário do Tejo, está prestes a ser adquirido pela Câmara de Vila Franca de Xira.
O presidente do município, Alberto Mesquita (PS), quer acabar com apetites imobiliários na zona e devolver aquele espaço para o usufruto da população, preservando o ambiente natural das salinas e promovendo ali espaços de lazer e fruição. O terreno, situado entre a linha ferroviária e o Tejo, a sul das oficinas da OGMA, era da imobiliária Obriverca mas com a falência da empresa passou para as mãos de um dos seus maiores credores, o Novo Banco, com quem a câmara já tem um acordo de princípio para fechar o negócio.
Segundo Alberto Mesquita a compra deverá ficar concluída até ao final do ano mas os valores do negócio ainda não foram revelados. Sabe-se que o autarca quer preservar o espaço, salvaguardá-lo de interesses imobiliários futuros e até preservar o antigo moinho de maré que existe nas proximidades.

Património natural ao abandono
Nos últimos anos as salinas de Alverca têm sido um espaço inacessível à população e sem qualquer utilidade. Com a construção do anunciado caminho ribeirinho entre o Forte da Casa e o Sobralinho – que passará junto ao rio em Alverca – as salinas passarão a ter uma nova vida. O objectivo do autarca é acabar o passeio ribeirinho de Alverca até 2021, obra que custará perto de seis milhões de euros, valor que será financiado na totalidade pela câmara.
O assunto veio a lume depois de na última Assembleia de Freguesia de Alverca, realizada em Setembro, ter sido aprovada uma moção do Bloco de Esquerda que defende a criação de uma reserva natural local das salinas de Alverca, justificando a intenção com a “extrema importância” do local enquanto área de nidificação e refúgio “para inúmeras espécies” de aves. A Assembleia Municipal de Vila Franca de Xira já tinha aprovado, em 2014, uma moção semelhante por unanimidade.

Câmara compra salinas de Alverca para acabar com apetites imobiliários

Mais Notícias

    A carregar...