uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Direitos da criança destacados numa exposição em Coruche
Inauguração da exposição deu início ao programa “Somos Crianças, Somos Solidári@s”

Direitos da criança destacados numa exposição em Coruche

Galeria Municipal de Coruche acolhe programa “Somos Crianças, Somos Solidári@s” até 5 de Janeiro.

Edição de 19.12.2018 | Sociedade

Actualmente é mais exigente ser criança devido aos riscos que se correm com a internet. Essa opinião foi expressa pelo presidente da Câmara de Coruche, Francisco Oliveira (PS), no sábado, 8 de Dezembro, durante a inauguração da exposição do Instituto de Apoio à Criança, designada “Crianças no Mundo com Direitos”, na Galeria Municipal.
Para o autarca, antigamente as crianças tinham a vida muito mais facilitada, podiam brincar na rua e com qualquer coisa. Hoje, refere, os pais têm de estar muito mais atentos pois o espaço virtual da internet pode ser também uma fonte de contactos e conteúdos indesejáveis. Em relação ao tema da exposição, Francisco Oliveira, aproveitou para alertar para o facto dos direitos das crianças serem, muitas vezes, esquecidos. É por isso que, diz, as autarquias e as organizações devem continuar a apostar neste tipo de iniciativas.
“Numa sociedade cada vez mais global e cheia de controvérsias e de dissabores, é importante que possam trabalhar estes temas de forma a envolver as crianças e transmitir este conhecimento”, adianta o presidente do município.
E porque a exposição faz parte do programa “Somos Crianças, Somos Solidári@s”, que contempla vários ateliês com materiais da região que doutra maneira iam parar ao lixo, o autarca destacou a importância dessa reutilização. “É fundamental trabalhar a arte quase como sendo economia circular, ou seja, aproveitando e reciclando aquilo que são os nossos materiais, como o caso da cortiça. Não só ajuda a natureza como a valoriza a própria arte”, admite.

Ateliês, angariação de bens e uma exposição
A mostra “Crianças no Mundo com Direitos”, que vai estar em exibição até 5 de Janeiro de 2019, faz parte do programa “Somos Crianças, Somos Solidári@s”. Um projecto pioneiro que é apoiado pela Comissão Nacional da Unesco e contempla, além da exposição, a realização de vários ateliês e uma campanha de angariação de bens para crianças, como livros, brinquedos e materiais didácticos para a prática artística.
O projecto visa não só sensibilizar para a importância das artes no contexto infantil e juvenil e para os recursos locais, mas também promover a solidariedade e ajudar as crianças desfavorecidas, cujo acesso ao ensino das artes é dificultado pelas necessidades financeiras das famílias.

Direitos da criança destacados numa exposição em Coruche

Mais Notícias

    A carregar...