uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
“Faço parte de um grupo de pessoas que se preocupa verdadeiramente com o bem comum”
Ricardo Reis, Presidente da Associação de pais do CEBI, recorda o papel abnegado de José Álvaro Vidal

“Faço parte de um grupo de pessoas que se preocupa verdadeiramente com o bem comum”

Ricardo Reis tem dois filhos no colégio da Fundação CEBI e é presidente da Associação de Pais. Desde Janeiro de 2018 que Ricardo Reis é o presidente da Associação de Pais do Colégio José Álvaro Vidal da Fundação CEBI de Alverca do Ribatejo, que tem perto de 1.700 alunos. Motiva-o dar um pouco de si para ajudar a comunidade. Diz que as maiores queixas ainda dizem respeito ao bullying e por isso a associação quer promover mais acções de sensibilização com a polícia.

Edição de 23.01.2019 | Três Dimensões

A economia é feita de ciclos e vivemos agora um bom momento económico. Mas há sinais a que as pessoas devem ter atenção. Devemos ser contidos e não devemos descurar o aforro. Temos que pensar sempre no dia de amanhã. Eu sou empresário do ramo imobiliário e sei do que falo.
Nos tempos livres gosto de ler, sejam romances ou policiais. Também não ponho de lado escrever um livro mas não é para já. Por enquanto tenho o meu tempo muito preenchido a nível profissional. E estou também ligado aos escuteiros da Póvoa de Santa Iria e gosto bastante de futebol. Sou um benfiquista que gosta de acompanhar a equipa.
Sou presidente da associação de pais há um ano e estou a gostar do desafio. Somos uma equipa de voluntários que tenta dar o seu melhor e partilhar os conhecimentos que tem para ajudar a comunidade. Procuramos ser um elo de ligação entre os pais e os educadores, ser a voz dos pais na defesa das melhores condições físicas e pedagógicas para toda a comunidade escolar. Na prática somos os olhos dentro do colégio para o que pode não ser tão visível do lado de fora. Somos pessoas preocupadas com o bem comum e tentamos todos os anos melhorar.
Tenho dois filhos a estudar no colégio. Apesar da boa vontade de toda a nossa equipa ainda não podemos fazer tudo o que pretendíamos, somos apenas um elo de ligação, não somos executivos. Acredito numa estrutura de associação onde todos fazem parte e contribuem. Há um que dá a cara pelo grupo mas toda a gente está dedicada a este trabalho e toda a gente se empenha para dar resposta às várias situações.
A maior preocupação dos pais hoje em dia, além da qualidade da educação, é o bullying. Isso é transversal a todas as escolas. Todos os pais querem que os filhos saiam de casa para aprender e brincar mas em segurança.
Na turma dos meus filhos eles convivem com outras crianças do departamento de emergência social sem problema nem discriminação. Até acho isso muito importante porque não estão a ser marginalizados nem colocados numa redoma. Um dia que saiam da instituição não vão sentir grandes diferenças. Há ainda uma ideia totalmente errada que só andam no CEBI crianças de gente rica. Há crianças na instituição de todos os estratos sociais e até alguns que têm lares desfeitos.
A Fundação CEBI é uma mais-valia para Alverca e para o concelho. Foi fantástica a visão que o fundador, José Álvaro Vidal, teve há 50 anos. Há poucas pessoas como ele, cada vez menos e fazem muita falta. Gente que dê mais de si em prol dos outros e das pessoas da terra, incluindo as mais desfavorecidas. Precisamos muito disso.

“Faço parte de um grupo de pessoas que se preocupa verdadeiramente com o bem comum”

Mais Notícias

    A carregar...