uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante

Suspeito de fogo posto em Rio Maior fica em prisão preventiva

Ajudante de padeiro de 62 anos foi detido por suspeita da autoria de incêndios florestais numa zona rural em Vale da Rosa.

Edição de 18.06.2019 | Sociedade

Ficou em prisão preventiva o suspeito da autoria dos incêndios florestais que deflagraram no dia 3 de Junho deste ano numa zona rural em Vale da Rosa, Rio Maior. O detido é um homem de 62 anos, residente na localidade de Vale da Rosa, ajudante de padeiro, com antecedentes criminais.
Segundo o Departamento de Investigação Criminal de Leiria da PJ, a investigação aos incidentes, com a colaboração da Guarda Nacional Republicana de Rio Maior, começou logo após as ocorrências tendo sido recolhidas provas que levaram à identificação do indivíduo que ateou dois incêndios em zona de mato e floresta junto a residências com recurso a chama directa.
A pronta intervenção dos bombeiros evitou que o incêndio tomasse outras proporções, que pusesse em perigo a vida, a integridade física ou bens patrimoniais de terceiros, atendendo à existência de floresta e habitações nas imediações.
O suspeito foi detido pela Polícia Judiciária a 5 de Junho e presente às autoridades judiciárias competentes no Tribunal de Santarém, onde lhe foi aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Mais Notícias

    A carregar...