Empresa de Fátima desenvolve trabalho em centrais nucleares

Empresa de Fátima desenvolve trabalho em centrais nucleares
Hélder Miguel preside ao conselho de administração da Lisoter

Galardão Empresa do Ano, Lisoter, Ourém. Hélder Miguel é o responsável da Lisoter, Ourém, que se dedicada à manutenção e construção eléctrica, montagem de andaimes e isolamentos térmicos de tubagens. A Lisoter integra um grupo de dezasseis empresas.

A Lisoter, com sede em Ourém, criada em 2004, dedica-se à manutenção e construção eléctrica, montagem de andaimes e isolamentos térmicos de tubagens. Segundo o presidente do conselho de administração, Hélder Miguel, o grupo a que pertence a empresa, está certificado para trabalhar em centrais nucleares operando em países como França, Holanda, Suíça e Bélgica. Também trabalha na área petrolífera.
Hélder Miguel é engenheiro industrial. A Lisoter integra um grupo de 16 empresas detidas por duas holdings. A empresa tem sede em Ourém e escritório e armazém em Fátima.
O principal problema da Lisoter, refere o seu responsável, é falta de mão-de-obra para executar os projectos previstos, o que a tem impedido de crescer mais. Hélder Miguel defende que se tivesse mais pessoal para trabalhar conseguiria expandir os negócios para o mundo inteiro. Apesar dessa dificuldade, o empresário, que não pormenoriza a situação da sua empresa, diz que o grupo de empresas que a mesma integra, emprega cerca de três centenas de funcionários.
Desde a fundação, a Lisoter Ourém tem crescido sustentadamente. Em 2018 facturou cerca de cinco milhões de euros, enquanto o grupo que integra factura cerca de 22 milhões de euros por ano. O volume de negócios nem sempre é linear uma vez que devido às paragens de manutenção necessárias das centrais nucleares e das refinarias de petróleo condiciona o trabalho nessas alturas. “Nesses momentos repartimos o trabalho pelas outras empresas para equilibrarmos os negócios”, explica o empresário.
O presidente do conselho de administração da Lisoter considera que o crescimento da empresa se deve a trabalho contínuo e de qualidade aliado ao profissionalismo. Na sua opinião, o segredo do sucesso deve-se também à família. “É a nossa estrutura principal. Se essa estrutura for sólida temos o nosso equilíbrio e dedicamo-nos muito mais às empresas e chegamos mais facilmente ao sucesso”, realça.
Hélder Miguel sabe que não é fácil conseguir trabalhar em centrais nucleares. Mas confia na equipa que trabalha na Lisoter, com gente competente. “Temos que assegurar aos nossos clientes toda a parte de segurança e burocracia para conseguirmos trabalhar neste ramo. Foi isso que fomos provando devagarinho e conseguimos chegar às grandes empresas europeias. É fruto de muito trabalho”, garante.
A empresa de Fátima está presente em duas das centrais nucleares mais avançadas do mundo e tem projectos ambiciosos para o futuro. Para a Lisoter, ser distinguida com o galardão Empresa do Ano, atribuído por
O MIRANTE e pela Nersant é o reconhecimento do trabalho de uma equipa que funciona. “Tenho muito prazer em liderar esta equipa e receber este prémio é uma enorme satisfação. Motiva-nos a continuar a trabalhar cada vez mais e melhor”, sublinha.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1536
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1536
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo