uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Cortar estacionamentos no centro de Alverca divide câmara e junta
Carlos Gonçalves

Cortar estacionamentos no centro de Alverca divide câmara e junta

Presidente do município classifica de “arrojada” a ideia da junta de freguesia de reperfilar a Avenida Capitão Meleças e reduzir os lugares de estacionamento.

Edição de 20.05.2020 | Sociedade


Uma ideia “arrojada” e que precisa de ser “tecnicamente bem estudada” antes de ser posta em prática. É desta forma que Alberto Mesquita (PS), presidente da Câmara de Vila Franca de Xira, olha para a ideia de Carlos Gonçalves (CDU), presidente da Junta de Alverca e Sobralinho, em reperfilar a Avenida Capitão Meleças, em Alverca, e retirar-lhe lugares de estacionamento.
“Fechar a avenida ao trânsito é uma solução arrojada e tem de ser tecnicamente bem estudada. Não vou fazer nada em relação a essa ideia sem primeiro ter estudos e dados concretos que possam ser analisados”, adiantou Alberto Mesquita. O autarca falava à margem de um conjunto de outras pequenas alterações de trânsito que a freguesia de Alverca entregou nos serviços municipais para dar seguimento.
“Já pensei alterar o sentido de trânsito na Capitão Meleças, [que tem apenas um sentido] e dava melhor escoamento do trânsito, mas isso deve ser bem analisado. Cada pequena mudança de trânsito que se faça em Alverca tem repercussões em tudo”, defendeu Alberto Mesquita.
A ideia da junta de freguesia, como O MIRANTE já tinha noticiado, passava por reperfilar a Avenida Capitão Meleças, a principal rua comercial de Alverca, reduzindo os lugares de estacionamento e alargando os passeios. Uma ideia que não gerou ainda consensos junto da população da cidade.
A ideia ainda está numa fase embrionária e Carlos Gonçalves já havia explicado que a intenção é tornar mais atractiva a rua, através da criação de maiores zonas pedonais que permitam, por exemplo, a instalação de esplanadas e a colocação de expositores dos comerciantes no exterior das lojas. Uma rua com passeios de maiores dimensões permite também, por exemplo, a realização de mais animação de rua.
A falta de estacionamento é complementada por dois grandes parques de estacionamento públicos e gratuitos: um a cem metros no centro de estágios do Futebol Clube de Alverca e, mais a norte, no campo da feira.
Actualmente há estacionamento dos dois lados da rua.

Lugares só para moradores
“Há-de chegar o dia em que o estacionamento no centro das cidades e vilas será exclusivo e reservado apenas para os moradores”, defendeu Alberto Mesquita na última reunião pública do executivo. O autarca admitiu que as localidades do concelho, em especial próximo das estações de comboios e nas maiores urbanizações, sofrem com falta de estacionamento e que o futuro ditará que só poderá estacionar nas zonas antigas quem for residente nesses locais.

Cortar estacionamentos no centro de Alverca divide câmara e junta

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido