uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
Medidas preventivas contra o Covid-19 põem região a meio gás

Medidas preventivas contra o Covid-19 põem região a meio gás

Cancelamento de eventos e encerramento de serviços públicos estão entre as acções já implementadas.

Edição de 20.05.2020 | Sociedade

O surto de Covid-19 faz-se sentir na região pelo registo de dois casos confirmados oficialmente na zona de Coruche (ver texto nesta página) e também pelo encerramento de serviços e espaços públicos e pelo cancelamento, adiamento ou suspensão de uma multiplicidade de eventos, como as Festas de São José, em Santarém, as Tasquinhas de Rio Maior ou as comemorações do Dia da Arma de Cavalaria, em Torres Novas.
Nos primeiros dias desta semana autarquias e outras entidades públicas e privadas deram informação sobre o cancelamento de diversas actividades e de condicionamento ou suspensão de alguns serviços.
A nível desportivo as consequências também se fazem sentir com suspensão de treinos e jogos em diversas modalidades. A Associação de Futebol de Santarém suspendeu todas as provas dos escalões de formação nas modalidades de futebol entre 10 e 29 de Março. Foram também cancelados todos os treinos das selecções distritais. Além destas medidas, todos os jogos das competições distritais de futsal sénior vão decorrer à porta fechada. No que toca ao futebol sénior os jogos das provas distritais não poderão ter mais de cinco mil pessoas nas bancadas, o que é muito improvável.

As recomendações da Direcção-Geral de Saúde
Até final do mês a região e o país vai funcionar a meio gás e a verdade é que ninguém sabe bem quando é que vai deixar de rolar esta bola de neve. Até lá, o melhor mesmo é seguir as recomendações da Direcção-Geral de Saúde (DGS) e prevenir a infecção, seguindo procedimentos básicos como: evitar contacto próximo com pessoas que sofram de infecções respiratórias agudas; lavar frequentemente as mãos, especialmente após contacto directo com pessoas doentes; evitar contacto com animais; adoptar medidas de etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel ou com o braço, nunca com as mãos; deitar o lenço de papel no lixo); lavar as mãos sempre que se assoar, espirrar ou tossir.
Em relação ao uso de máscara facial em público a DGS especifica: “De acordo com a situação actual em Portugal não está indicado o uso de máscara para protecção individual, excepto nas seguintes situações: Pessoas com sintomas de infecção respiratória (tosse ou espirro); Suspeitos de infecção por Covid-19; Pessoas que prestem cuidados a suspeitos de infecção por Covid-19”.
A DGS recomenda ainda o adiamento ou cancelamento de todos os eventos que impliquem ou possam implicar a concentração de mais de 150 pessoas em concelhos nos quais se verifique a existência de focos com transmissão secundária de Covid-19 ou quando existirem casos confirmados em relação aos quais não se encontra a ligação epidemiológica.
Defende também o adiamento ou cancelamento de todos os eventos que impliquem ou possam implicar a concentração, em espaço fechado, de mais de mil pessoas, bem como o adiamento ou cancelamento de todos os eventos que ocorram ao ar livre e que impliquem a concentração de mais de 5.000 pessoas.

Medidas preventivas contra o Covid-19 põem região a meio gás

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido