uma parceria com o Jornal Expresso

Edição Diária >

Edição Semanal >

Assine O Mirante e receba o jornal em casa
31 anos do jornal o Mirante
GNR anda a avisar idosos para falsos médicos e enfermeiros
Daniel Rodrigues foi alertado por elementos da GNR para situações de burlas à conta da pandemia da Covid-19

GNR anda a avisar idosos para falsos médicos e enfermeiros

No distrito de Santarém já houve quem tentasse vender vacinas que não existem para o coronavírus ou falsos testes. Para evitar que as tentativas passem a casos consumados a Guarda está a alertar os idosos.

Edição de 11.05.2020 | Sociedade
Francisco Plaio tem 84 anos mas garante que nunca foi burlado

Francisco Plaio, 84 anos, nunca foi burlado, mas já foi roubado. Uma vez levaram-lhe uma carrada de laranjas da sua propriedade em Azeitada. Noutra vez foi a bicicleta do neto, que ainda o vai visitar de vez em quando no Verão. Vive sozinho há 18 anos depois de um divórcio e de trocar Lisboa pelo pequeno lugar do concelho de Almeirim. Raramente sai de casa e quem lhe vai fazendo companhia é a GNR, que passa frequentemente na sua casa. Na sexta-feira, 24 de Abril, os militares foram falar-lhe de uma nova forma de burla. Há gente a aproveitar-se do medo da pandemia e a fazer-se passar por profissional de saúde, dizendo que tem a vacina para a Covid-19 ou tentando vender falsos testes.
O idoso escuta atentamente. Tem nos guardas da secção de Policiamento Comunitário do comando de Santarém uma família, que lhe faz companhia e lhe dá conselhos. No ano passado os militares até lhe levaram um bolo no dia de aniversário. Emocionou-se. Ainda hoje quando fala nisso soltam-se umas lágrimas. “Estou aqui às vezes quatro meses seguidos sem sair de casa e sem ver vivalma. Já me habituei”.
A pandemia e as medidas de isolamento não são coisas a que ligue muito quando tem a preocupação de tratar da vinha, das laranjeiras, da horta. Nunca usou máscaras nem luvas ou qualquer outra protecção. “Para quê? Não saio daqui nem ninguém cá vem. O vírus não vem cá parar”, diz. E quanto a gente desconhecida que já lhe apareceu pela propriedade acabou por arrepiar caminho quando se apercebeu que Francisco está bem informado e protegido.
Na cidade, Daniel Rodrigues assoma à janela para falar com os elementos da GNR, à qual já pertenceu. Com 86 anos, viúvo há 15, reside sozinho num prédio no centro de Almeirim. Devido à pandemia não sai de casa há mais de um mês e o que mais lhe custa é não poder ir ao parque fazer exercícios nos aparelhos de manutenção.
Abordado pelo tema dos burlões diz que ainda não tinha ouvido tal coisa. “Tudo serve a essa gente para roubar”, atira com a irritação de quem já viu muito na vida. “Quando ainda estava no activo, lembro-me que andavam nas aldeias a burlar os idosos com notas falsas. Agora até uma questão de saúde tão grave aproveitam, é revoltante”, desabafa.
Na região não há vítimas deste esquema, mas há já denúncias de tentativas. A Guarda assim que teve conhecimento do novo esquema pôs em marcha uma acção de sensibilização. “Dizemos para não abrirem a porta, esclarecemos que ainda não existe vacinação e que os médicos não vêm a casa fazer testes”, explica a capitã Pinto. As acções vão continuar em todo o distrito.

GNR anda a avisar idosos para falsos médicos e enfermeiros

Mais Notícias

    A carregar...

    Capas

    Assine O MIRANTE e receba o Jornal em casa
    Clique para fazer o pedido