Sociedade | 13-01-2019 12:30

Destituição de cargo de chefia na Câmara de Ourém alimenta polémica

Destituição de cargo de chefia na Câmara de Ourém alimenta polémica
OURÉM

Ana Alves Monteiro liderava a Divisão de Educação e Acção Social desde 2008 e foi afastada quando estava de baixa médica, por gravidez de risco.

O presidente da Câmara de Ourém, Luís Albuquerque (PSD), decidiu não reconduzir no cargo de chefe de Divisão de Educação e Acção Social Ana Alves Monteiro, que o ocupava desde 2008. Um feito que passaria despercebido não fosse a indignação que gerou na opinião pública por a decisão ter acontecido a meio tempo de gravidez da visada.

Segundo Luís Albuquerque a chefia caiu porque houve uma alteração da estrutura da Divisão de Educação e Acção Social, que passou a integrar também o sector da Saúde. “A estrutura caiu, logo a chefia teve que cair”, referiu o autarca em conversa telefónica a O MIRANTE, acrescentando que não faria igualmente sentido reconduzir alguém que já estaria em baixa médica há vários meses e que assim irá continuar por mais algum tempo.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Médio Tejo