Sociedade | 11-05-2019 10:00

CHMT acolheu exames nacionais finais de várias especialidades médicas

Médicos internos de todo o país fizeram exames de especialidade no Centro Hospitalar do Médio Tejo.

Médicos internos de todo o país fizeram exames de especialidade no Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT). A instituição acolheu pela primeira vez os exames nacionais finais das especialidades de medicina interna, pediatria médica, patologia clínica e cirurgia geral.

Entre as cerca de duas dezenas de médicos de especialidade que prestaram provas, na época Fevereiro/Março de 2019, destacam-se os médicos internos que terminaram a sua formação de especialidade no CHMT, com resultados excelentes no exame final. Numa escala de zero a vinte, Inês Santos na especialidade de medicina interna, obteve 19,89 valores; Rui Assis e Tiago Alves na mesma especialidade, obtiveram 19,78 e 19,57, respectivamente; Rachele Escoli, na especialidade de nefrologia, alcançou os 19,80 (segundo lugar nacional a 0,01 do primeiro lugar) e Raquel Pires Marques na especialidade de ortopedia, obteve 18,89 valores.

De acordo com o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, Carlos Andrade Costa, “estas classificações representam a qualidade da formação realizada por estes internos e são o testemunho da idoneidade e capacidades formativas do CHMT nas diferentes especialidades clínicas”. O responsável sublinha ainda a competência técnica dos internos, mas também a capacidade formativa dos seus tutores.

Numa altura em que se fala da necessidade de fixar médicos no interior, o presidente do Conselho de Administração do CHMT voltou a realçar a vontade de que os internos continuem o seu percurso profissional no Médio Tejo.

Fizeram exame na especialidade de medicina interna seis internos, dois com formação efectuada no Hospital de Santarém e quatro do Hospital Fernando da Fonseca, da Amadora. Na especialidade de cirurgia geral fizeram exame cinco internos, com formação efectuada nos hospitais de Évora, Litoral Alentejano, Portalegre, Angra do Heroísmo e Beja. Na especialidade de pediatria fizeram exame quatro internos, dois com formação no Hospital Fernando da Fonseca e dois no Centro Hospitalar Lisboa Ocidental. Em patologia clínica fizeram exame dois internos provenientes do IPO Porto e do Centro Hospitalar Lisboa Norte.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Médio Tejo