Sociedade | 10-07-2019 17:25

Afinal cavalo colhido nas largadas de Vila Franca de Xira morreu de hemorragias

Afinal cavalo colhido nas largadas de Vila Franca de Xira morreu de hemorragias

O cavalo foi perfurado numa investida do toiro na tarde de sábado, 6 de Julho, com extrema violência.

O cavalo atingido por um toiro nas esperas que decorreram nas ruas de Vila Franca de Xira durante as festas do Colete Encarnado morreu devido à gravidade dos ferimentos e não foi abatido como O MIRANTE tinha noticiado. O cavalo foi perfurado numa investida do toiro na tarde de sábado, 6 de Julho, com extrema violência. O cavaleiro que o montava caiu ao chão, mas conseguiu escapar às investidas do toiro e escapou sem ferimentos.

Ao local foram enviados dois veterinários do município que estiveram sempre de prevenção durante as festas mas o toiro demorou perto de uma hora a poder ser recolhido para permitir aos veterinários aproximarem-se do cavalo. "Ainda foi prestado o socorro possível ao animal mas infelizmente já tinha sofrido hemorragias internas bastante grandes e não foi possível salvá-lo", lamentou o presidente do município, Alberto Mesquita, na manhã de quarta-feira, 10 de Julho, durante a reunião pública do executivo onde foi feito um balanço das festas, que este ano foram as mais visitadas de sempre segundo a organização.

Durante este Colete Encarnado a protecção civil municipal contabilizou 42 ocorrências da PSP nos três dias, somando a outros 45 feridos ligeiros e 2 feridos graves nas esperas de toiros. Estiveram alocados 44 viaturas de socorro e patrulhamento e 101 operacionais, entre polícias, bombeiros e equipas de apoio

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1412
    18-07-2019
    Capa Médio Tejo