Sociedade | 16-07-2019 07:00

O dia em que Eduardo Jorge recebeu o Presidente da República em casa

O dia em que Eduardo Jorge recebeu o Presidente da República em casa
VISITA

Marcelo Rebelo de Sousa aceitou convite para conhecer a realidade em que vive cidadão deficiente

O Presidente da República aceitou o convite de Eduardo Jorge para visitar a sua casa e esteve na tarde de 3 de Julho em Concavada, concelho de Abrantes. Eduardo Jorge é paraplégico há 28 anos, depois de ter sofrido um acidente de carro em 1991 que o deixou sem mobilidade nas pernas. Luta há vários anos para que as pessoas com deficiência tenham direito a uma vida independente nas suas próprias casas.

O Presidente da República fez-se acompanhar pela secretária de Estado da Inclusão, Ana Sofia Antunes, na visita à casa térrea no meio do campo. Eduardo Jorge agradeceu a visita, mostrou-lhes as flores que plantou e confidenciou que à noite gosta de ficar no quintal a observar as estrelas e os aviões que rasgam o céu.

Marcelo Rebelo de Sousa, Eduardo Jorge e alguns amigos deste estiveram à conversa dentro de casa durante alguns minutos e nem faltou comida para acolher o Presidente da República. Eduardo Jorge luta há vários anos pela independência das pessoas com deficiência e ficou conhecido por, há cerca de cinco anos, ter feito uma viagem na sua cadeira de rodas entre Concavada e Lisboa. Em Dezembro do ano passado ficou em frente à Assembleia da República, dentro de uma gaiola, para alertar para a sua causa. Foi nessa altura que Marcelo Rebelo de Sousa prometeu uma solução para o seu problema.

Eduardo Jorge viu-se obrigado a ir viver para o Lar da Carregueira, concelho da Chamusca, onde actualmente trabalha, por não ter condições financeiras para pagar os serviços de um cuidador. Viveu na Carregueira durante quatro anos até que, em Maio deste ano, conseguiu regressar a casa inserido no projecto-piloto Vida Independente. Um projecto que abrange cerca de 400 cidadãos, num modelo que lhes permite permanecer nas suas casas, apoiados por cuidadores escolhidos por si e pagos pela Segurança Social, durante 36 meses.

Eduardo mostrou-se feliz por ter conseguido regressar a casa e por Marcelo Rebelo de Sousa o ter visitado. “A visita do Presidente da República significa que ele conhece os nossos problemas, interessa-se e age. É muito importante ter este interesse por parte do Chefe de Estado. Faz-me acreditar que melhores dias virão e espero que o Governo olhe para nós como o Presidente está a olhar”, disse.

Projecto Vida Independente é um processo irreversível

O Presidente da República considera que o projecto-piloto Vida Independente é um processo irreversível, destacando que a vivência diária dos portadores de deficiência passa a ser muito mais digna. “Este projecto-piloto é o resultado de vários militantismos e de muita gente. Quando se sonhou com uma democracia também social e não só política, sonhou-se a pensar neste tipo de justiça também”, sublinhou.

A secretária de Estado da Inclusão de Pessoas com Deficiência disse que o projeto-piloto Vida Independente, que tem a duração de três anos e uma verba global alocada de 36 milhões de euros, tem actualmente 17 centros a executar o programa, abrangendo cerca de 400 pessoas. “Quando tivermos o sistema em pleno a funcionar vamos conseguir chegar a qualquer coisa como 870 pessoas em 35 centros de apoio à vida independente, espalhados pelo norte e sul do país”, disse Ana Sofia Antunes.

Populares recebem Marcelo com entusiasmo

Meia hora antes de Marcelo Rebelo de Sousa chegar à aldeia de Concavada já dezenas de populares se concentravam na estrada principal em frente à casa de Eduardo Jorge. No meio da estrada, entre postes, estava pendurada uma lona onde a população saudava a visita do Presidente da República. Marcelo saiu do carro tendo sido recebido com entusiasmo por quem ali aguardava, ao sol, para o cumprimentar. O Chefe de Estado não se recusou, cumprimentou todas as pessoas e tirou as já famosas selfies com os populares. Ainda lhe ofereceram um cabaz com comida e até lhe leram um papel onde agradeceram a visita.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Médio Tejo