Sociedade | 10-08-2019 10:00

Câmara da Barquinha prepara-se para dar emprego dourado ao chefe de gabinete do presidente

O chefe de gabinete do presidente da Câmara de Vila Nova da Barquinha tinha deixado de ser vereador no mandato passado e no actual foi para este cargo de nomeação política.

O chefe de gabinete do presidente da Câmara de Vila Nova da Barquinha conseguiu ficar em primeiro lugar num concurso para entrar para os quadros da autarquia como engenheiro civil, num processo que levanta dúvidas. O socialista Ricardo Honório, que não fez trabalhos de engenharia que se tenham visto, tem como principais valorizações no seu currículo ter sido vereador da mesma câmara e ser filho do ex-vereador e actual presidente da junta de Atalaia.

O processo de selecção e avaliação dos candidatos começou com uma entrevista realizada no edifício da câmara, onde Ricardo Honório trabalha no cargo de nomeação política, que acaba por ter alguma ascendência sobre os funcionários por ser a pessoa mais próxima do presidente. Na entrevista de avaliação de competências o chefe de gabinete obteve 14,4 valores, tendo uma outra candidata, Isabel Delgado, obtido 17,8, sendo que Ricardo foi o segundo melhor classificado a par de outro concorrente.

A selecção incluiu uma prova de conhecimentos realizada no Agrupamento de Escolas de Vila Nova da Barquinha, onde trabalha a psicóloga que fez a avaliação psicológica dos candidatos e a namorada de Ricardo, que também é psicóloga a trabalhar num projecto de combate ao insucesso escolar, do qual faz parte a câmara. Na prova de conhecimentos o chefe de gabinete obteve 15 valores e a sua rival no concurso teve 13 valores.

A avaliação psicológica, que decorreu no edifício da câmara, foi feita por Teresa Pisco, que trabalha com a namorada do candidato e que, segundo dizem várias pessoas na vila, são próximas. Nesta fase do concurso Ricardo Honório obteve 16 valores e a candidata Isabel teve 13,33 de pontuação.

Na lista de ordenação final que atribuiu a classificação tendo em conta as várias fases, Ricardo Honório fica em primeiro lugar com 15 valores, sendo que o candidato seguinte obteve 14,99. A que tinha sido melhor na entrevista ficou pelos 14,53.

Ricardo Honório foi vereador no mandato anterior, mas já não integrou as listas nas últimas eleições, alegadamente por ter criado algumas divergências com o presidente Fernando Freire. Como não integrou as listas do PS à câmara em lugar elegível, foi nomeado pelo presidente o seu chefe de gabinete. Um cargo que não estava a ser ocupado há mais de quatro anos, uma vez que o anterior presidente, Miguel Pombeiro, tinha deixado de ter chefe de gabinete no final do seu mandato.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1416
    14-08-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1416
    14-08-2019
    Capa Vale Tejo