Sociedade | 11-08-2019 20:42

Buscas de idosa desaparecida no Cartaxo diminuem esta segunda-feira

Buscas de idosa desaparecida no Cartaxo diminuem esta segunda-feira

Mais de uma centena de pessoas, entre voluntários, bombeiros e forças de segurança tentam há seis dias encontrar Vitalina Galvão.

As operações de busca de Vitalina Galvão, 86 anos, desaparecida desde dia 5 de Agosto, vão diminuir a partir de segunda-feira, 12 de Agosto, ficando apenas restritas às operações de investigação criminal, da responsabilidade das entidades policiais.

Desde a última quarta-feira, 7 de Agosto, que mais de uma centena de pessoas, entre voluntários e meios operacionais, com auxílio de cinco drones e cães de busca e salvamento, têm juntado para explorar uma vasta área de terreno no Cartaxo e zonas envolventes para encontrar a idosa. O último encontro está marcado para a manhã de segunda-feira.

O presidente do município, Pedro Magalhães Ribeiro, destaca o empenho e esforço com que estas pessoas têm participado nas buscas da idosa residente no Cartaxo. O autarca alertou ainda para a necessidade de “cada um de nós, enquanto cidadãos, enquanto técnicos e enquanto responsáveis políticos, estarmos completamente disponíveis para procurar Vitalina Galvão com a máxima eficácia, celeridade e coordenação possível. Este é um momento de angústia para toda a família e é nestes momentos, acima de tudo, que nos devemos unir e trabalhar em comunidade”.

Vitalina Galvão foi vista pela última vez na manhã de dia 5, quando saía do supermercado Intermarché, onde costumava fazer compras. Os familiares dizem que a idosa andava sempre de preto e andava sempre com uma bengala por ter dificuldades em andar. Naquele dia ia ser surpreendida pelo neto e esposa, que se encontram emigrados na Inglaterra, e ia conhecer pela primeira vez o bisneto.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1416
    14-08-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1416
    14-08-2019
    Capa Vale Tejo