Sociedade | 10-09-2019 16:32

Rosa Grilo responde a todas as questões do tribunal

Rosa Grilo responde a todas as questões do tribunal
foto arquivo

Acusada da morte do marido, o triatleta Luís Grilo, começou esta terça-feira a ser julgada juntamente com o amante António Joaquim.

Os arguidos entraram na sala de audiência, pelas 10h07, ambos algemados. Sentaram-se na primeira fila, lado a lado, com duas cadeiras de intervalo. Rosa, maquilhada e com um vestido cor de rosa e António Joaquim, de fato azul. Enquanto recebiam indicações dos respectivos advogados, Rosa olhou duas vezes para António.

A sala de audiência está lotada, com mais de três dezenas de pessoas a assistir à primeira sessão do julgamento. Entre a assistência estão familiares de Luís Grilo.

No interior da sala, a juíza Ana Clara Martins proibiu o uso de telemóveis, permitindo apenas a utilização de computadores aos 13 jornalistas presentes.

Depois de lida a acusação, Rosa Grilo foi a primeira responder às perguntas da juiza, que quis saber ao pormenor o que aconteceu no dia 16 de Julho, data em que segundo a viúva, o marido foi morto a tiro, por um dos três homens que lhe invadiram a casa. Rosa não recusou responder a nenhuma das questões.

Em declarações aos jornalistas, Tânia Reis, advogada da arguida admitiu que recorrer ao tribunal de júri pode prejudicar a sua cliente. "Os cidadãos tiveram acesso a toda a informação, alguma não corresponde à realidade", referiu.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1419
    05-09-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1419
    05-09-2019
    Capa Médio Tejo