Sociedade | 19-09-2019 10:00

Árvores dão dores de cabeça a moradores de São Domingos

Árvores dão dores de cabeça a moradores de São Domingos

Ramos já estão encostados às janelas de alguns apartamentos da Praceta Defensores da Pátria, em Santarém.

Algumas árvores plantadas após a construção dos prédios na Praceta Defensores da Pátria, no bairro de São Domingos, em Santarém, estão a dar problemas com que os moradores não contavam. Devido à falta de manutenção, os ramos das árvores estão já a bater nos vidros das janelas e provocam alergias a quem ali vive, além de taparem a entrada de luz solar.

Maria da Conceição Fernandes vive no local há quarenta anos. A reformada, que reside no segundo andar e tem quatro janelas viradas para a zona onde estão as árvores, diz ser uma das mais prejudicadas pela falta de manutenção. “Só queremos que façam a manutenção das árvores porque já não podemos viver assim”, lamenta dizendo que em 70 anos nunca teve alergias respiratórias até ao momento em que teve os ramos, literalmente, a entrar dentro de casa.

Além disso há ainda os incómodos causados pelos pássaros que fazem ninho nas árvores. “É que não é só o barulho das aves, especialmente ao início e final do dia, é também o facto de fazerem as necessidades em cima das roupas estendidas”, revela Maria da Conceição Fernandes a O MIRANTE.

Já não é a primeira vez que os moradores da Praceta Defensores da Pátria apresentam queixa à Câmara de Santarém a pedir a manutenção das árvores. Da última vez, há um ano, os funcionários cortaram os ramos, mas Maria da Conceição Fernandes garante que não foram cortados correctamente. “Ninguém da câmara vem cá verificar o trabalho, agora isto está como no ano passado”, queixa-se.

Contactado por O MIRANTE, o vereador da Câmara de Santarém, Ricardo Rato, que tem o pelouro dos espaços verdes, disse que a autarquia está a fazer um levantamento de todas as situações críticas enquanto decorre o concurso para contratação de uma empresa especializada em manutenção de espaços verdes. Referiu ainda que os cortes de ramos das árvores devem ser efectuados nos próximos meses, que é a melhor altura para essas tarefas.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1423
    03-10-2019
    Capa Médio Tejo