Sociedade | 06-11-2019 07:00

Não há poção mágica que acabe com a praga

Não há poção mágica que acabe com a praga
CARTOON DA NOTICIA

A Câmara de Abrantes já informou o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas do aparecimento de javalis na cidade nas últimas semanas.

A Câmara de Abrantes já informou o Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas do aparecimento de javalis na cidade nas últimas semanas. Depois de terem sido avistados oito javalis junto à Escola Dr. Manuel Fernandes, uns dias mais tarde foram detectados mais animais nas imediações do hospital da cidade.

O presidente da câmara, Manuel Valamatos (PS), afirmou, em reunião camarária, estar preocupado com a situação. “Os javalis normalmente não atacam, estão apenas à procura de comida, mas tenho receio que aconteça algum incidente”, disse. Num vídeo publicado há cerca de três semanas por uma cidadã nas redes sociais vêem-se três crias e a mãe a revolverem a relva dos espaços ajardinados do Hospital de Abrantes à procura de alimento. O mesmo aconteceu junto ao heliporto da unidade hospitalar onde a relva estava toda arrancada. Há cerca de um mês uma moradora fotografou oito javalis (uma fêmea e sete crias) na Rua General Humberto Delgado, junto à Escola Dr. Manuel Fernandes. E, pelos vistos, ao contrário do que acontecia nos livros dos irredutíveis gauleses Astérix e Obélix, não há poção mágica que ponha fim à praga.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1429
    13-11-2019
    Capa Médio Tejo