Sociedade | 18-11-2019 13:28

Ninho de vespa asiática encerra Escola do Mergulhão em Santarém

Ninho de vespa asiática encerra Escola do Mergulhão em Santarém

O ninho está instalado numa árvore dentro do recinto da escola e foi avistado por um morador

Um ninho de vespa asiática levou ao encerramento da Escola Básica do Mergulhão, em Vale Estacas, esta segunda-feira, 18 de Novembro. Segundo a directora do Agrupamento de Escolas Alexandre Herculano, Margarida Franca, as aulas só devem ser retomadas na quarta-feira, 20 de Novembro, por motivos de segurança.

O ninho foi avistado por um residente de um prédio junto à escola, que deu o alerta aos Bombeiros Municipais de Santarém, no domingo 17 de Novembro. O ninho está instalado numa árvore dentro do recinto da escola, sendo que perto das 16h00 os bombeiros identificaram-no. Posteriormente uma empresa especializada já esteve no local a infectar o ninho para matar as abelhas. A mais recente intervenção foi nesta segunda-feira, pelas 7h00.

Além deste caso na Escola do Mergulhão, foram também identificados três ninhos na zona da Ribeira de Santarém. Alcanede é, até ao momento, a zona do concelho de Santarém mais afectada. Em todo o concelho foram mais de 80 os alertas dados pelos populares, no entanto apenas cerca de 15 a 20 foram identificados e registados na plataforma do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), referiu o comandante dos Bombeiros Municipais de Santarém, José Guilherme.

O ninho vai continuar a ser monitorizado diariamente pelas autoridades e continuará a ser contaminado no seu interior e no redor. “A ideia é que as vespas se infectem umas às outras”, explicou o comandante. O Outono é uma época propícia para ter maior sucesso na aniquilação dos ninhos, uma vez que é a altura do ano em que estão em incubação.

As autoridades recomendam às populações que estejam atentam e verifiquem armazéns agrícolas, casas antigas e árvores de grande porte nos quintais e jardins. Caso suspeitem da presença de ninhos ou exemplares desta espécie, devem informar o Serviço Municipal de Protecção Civil ou as autoridades policiais e não devem aproximar-se nem tocar nos ninhos.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1433
    21-11-2019
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1433
    21-11-2019
    Capa Vale Tejo