Sociedade | 06-01-2020 10:00

Medições de gás nocivo para a saúde em três concelhos do distrito de Santarém

Agência Portuguesa do Ambiente vai colocar detectores em várias casas dos concelhos de Coruche, Ferreira do Zêzere e Torres Novas para avaliar as concentrações de radão, um gás radioactivo que aumenta o risco de cancro.

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) vai realizar nos primeiros meses de 2020, a medição de gás radão nos concelhos de Coruche, Ferreira do Zêzere e Torres Novas. A Campanha de Monitorização Nacional do Gás Radão, efectuada em parceria com a Universidade de Coimbra, pretende determinar a concentração deste gás radioactivo no interior dos edifícios.

A monitorização será feita através de um detector de radão que se coloca dentro das habitações, na divisão onde as pessoas passam mais tempo, durante três meses. Os detectores são de pequenas dimensões, não têm custos associados e não necessitam de energia para funcionar. Após o período de monitorização o detector é analisado em laboratório e determina-se o valor da concentração anual do gás.

No final, os resultados desta campanha serão tratados para elaboração de um mapa de risco para o território nacional, que será publicado na página da APA, previsivelmente em Julho de 2020. O radão é um gás presente no solo e em materiais de construção granítica e, em caso de grande exposição, aumenta o risco de cancro do pulmão. Por não ter cor nem cheiro só se consegue detectá-lo através da medição.

Em Coruche as freguesias que fazem parte do estudo são Vila Nova da Erra, São Torcato, Santa Justa (Couço), Lamarosa e a própria vila. Já em Ferreira do Zêzere, estão indicadas as freguesias de Casal da Farroeira – Casais – Telhadas, Igreja Nova do Sobral, Paio Mendes e Pias. Em Torres Novas as medições decorrem nas freguesias de Árgea, Assentiz – Charneca da Rexaldia e na própria cidade.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Vale Tejo
    Edição nº 1665
    22-05-2024
    Capa Lezíria/Médio Tejo