Sociedade | 13-02-2020 12:30

Casa do Povo da Marmeleira envelhece com a vila

Casa do Povo da Marmeleira envelhece com a vila

À beira do centenário, a Casa do Povo da Vila da Marmeleira já só conta com a actividade de uma banda filarmónica

Já teve secções de atletismo e de futebol e foi um local de confraternização da população da Vila da Marmeleira mas, actualmente, a Casa do Povo da terra, com 99 anos de existência, conta apenas com a actividade uma banda filarmónica que, a par de outra, são as únicas no concelho de Rio Maior.

“Antigamente havia muita movimentação na vila. Agora a população está envelhecida e as condições desportivas da Casa do Povo são quase nenhumas”, explica a O MIRANTE o presidente da Casa do Povo da Marmeleira, Mário Santos, à medida que vai mostrando algumas fotografias e lembranças que estão cuidadosamente expostas nos armários do gabinete da direcção.

Sem papas na língua, o homem que dirige a colectividade há 14 anos admite que, apesar da banda ter muitos elementos jovens e de ter muitos interessados, já a nível financeiro a situação não é fácil, pois os apoios são escassos e as despesas, sobretudo com deslocações e fardamento, são grandes.

* Reportagem desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1443
    29-01-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1443
    29-01-2020
    Capa Vale Tejo