Sociedade | 14-02-2020 10:00

Vigário geral de Santarém diz que a construção da família já não é um projecto dos jovens

Vigário geral de Santarém diz que a construção da família já não é um projecto dos jovens

As uniões civis ganharam terreno e os casamentos entre pessoas do mesmo sexo são uma realidade.

O Padre Aníbal Vieira, vigário geral da Diocese de Santarém, garante que a construção de uma família está a deixar de fazer parte do projecto de vida e as jovens já não desejam entrar na igreja de braço dado com o pai e de vestido de noiva.

Para o sacerdote as pessoas são cada vez mais individualistas, não sonham com o copo d'água e não sentem a pressão social de casar antes de juntarem os trapinhos. Aníbal Vieira adianta que, nos últimos 15 anos, aumentou o número de casais que decidiram casar-se após uniões de facto de anos ou com filhos de relações anteriores.

O vigário geral explica a O MIRANTE que, depois de vários anos em que houve uma quebra, o número de casamentos na diocese tem vindo a aumentar gradualmente. “Posso dizer que há trinta anos registávamos mil e tal casamentos, mas já ficámos abaixo dos 400 a 500 casamentos por ano”, afirma o sacerdote.

Reportagens sobre o casamento na edição semanal desta quinta-feira

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1443
    29-01-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1443
    29-01-2020
    Capa Vale Tejo