Sociedade | 25-02-2020 10:00

Procuram-se voluntários para organizar as Festas do Foral, do Toiro e do Fandango

Procuram-se voluntários para organizar as Festas do Foral, do Toiro e do Fandango

Evento está em risco de não se realizar este ano em Salvaterra de Magos por não haver quem se chegue à frente.

As Festas do Foral, do Toiro e do Fandango, em Salvaterra de Magos, estão em risco de não se realizarem este ano. Em causa está o facto de ainda não haver ninguém que queira assumir a organização de cada um dos programas.

Segundo o presidente da União de Freguesias de Salvaterra de Magos e Foros de Salvaterra, Manuel Bolieiro, a junta realizou no dia 12 de Fevereiro uma reunião com a população e as associações que costumam estar presentes na festa, mas ninguém, até à data, se disponibilizou para constituir uma comissão organizadora.

Em Outubro do ano passado, Manuel Bolieiro explicava a O MIRANTE que a Associação de Festas do Foral, dos Toiros e do Fandango não queria continuar a assumir a organização das festas em 2020 porque os seus elementos estão cansados de se responsabilizarem pela realização dos eventos.

Na altura o autarca apelava à população de Salvaterra de Magos para que se disponibilizasse e assumisse a organização das tradicionais festas. Pedia ainda que os interessados contactassem o mais rapidamente possível a união de freguesias ou as associações.

As Festas do Foral, do Toiro e do Fandango decorrem anualmente no mês de Junho e as receitas obtidas, além de reverterem para uma instituição do concelho, também servem para angariar fundos para a realização das mesmas. No programa do certame não falta gastronomia, marchas populares, sardinha assada, folclore e, para os mais aficionados, entradas e largadas de toiros.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1449
    04-03-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1449
    04-03-2020
    Capa Vale Tejo