Sociedade | 24-03-2020 10:00

Projeto do Parque Verde de Alcanena aprovado

O projecto prevê também a criação de diferentes áreas de recreios, desporto e lazer, miradouros, parque infantil, circuito de manutenção, zonas de piquenique e zonas de estadia.

O projeto de execução do Parque Verde de Alcanena, apresentado pela firma EcoSalix – Sistemas Ecológicos de Engenharia Natural foi aprovado na reunião de câmara de Alcanena, com o voto contra da oposição. O projecto está orçado em um milhão e 233 mil euros mais IVA e tem um prazo de execução de um ano.

Tal como O MIRANTE já noticiou, o projeto do Parque Verde de Alcanena, localizado no centro da vila, caracterizado pela presença de dois depósitos da água, funciona como miradouro, embora as acessibilidades estejam em más condições.

A obra consiste na criação de um espaço verde polivalente, que não só promova a conectividade entre a área de intervenção e a malha urbana da vila, nomeadamente através da promoção do direito à mobilidade de todos os cidadãos, especialmente daqueles que apresentem mobilidade reduzida.

Neste âmbito, serão criados acessos para utilizadores com mobilidade condicionada, nomeadamente na Rua José Afonso (perto das Piscinas Municipais), no Bairro Dr. Anastácio Gonçalves, no Depósito de Água e na Rua Dr. José Vasques Tenreiro.

No que respeita a acessos para utilizadores sem mobilidade reduzida, vai ser requalificada a escadaria do Bairro Dr. Anastácio Gonçalves e da escadaria junto aos depósitos de água. A rampa existente perto das piscinas municipais através vai ser substituída por escadas. O parque de estacionamento junto aos depósitos de água, vai ser ampliado criando lugares destinados a utilizadores com mobilidade condicionada.

O projecto prevê também a criação de diferentes áreas de recreios, desporto e lazer, nomeadamente prado central, miradouros, parque infantil, circuito de manutenção, zonas de piquenique e zonas de estadia.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1449
    04-03-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1449
    04-03-2020
    Capa Vale Tejo