Sociedade | 21-05-2020 13:14

Requerentes de asilo infectados transferidos para Santa Margarida

Requerentes de asilo infectados transferidos para Santa Margarida
Foto: DR

Os últimos 56 requerentes de asilo deixaram a Base Aérea da Ota, em Alenquer, e foram transferidos para Constância e Lisboa.

Os últimos 56 requerentes de asilo que se encontravam em quarentena na Base Aérea da Ota, em Alenquer, foram transferidos na quarta-feira, 20 de Maio, para a Unidade Militar de Santa Margarida, em Constância (32), e para Lisboa, separados em dois grupos de 16 e oito e divididos por dois locais diferentes na capital.

Segundo fonte oficial do município de Alenquer, os 56 indivíduos foram separados em função de testarem negativo ou positivo à Covid-19, das etnias e religiões a que pertencem e face à necessidade de a Força Aérea ter de voltar a receber alunos e ter de preparar o próximo ano lectivo.

Para a Unidade Militar de Santa Margarida, foram transferidos os que continuam infectados.

O primeiro grupo de 58 migrantes foi transferido da Ota a 8 de Maio, seguindo-se um segundo, de 52, no dia 14.

A 20 de Abril, foram colocados em quarentena na Base Aérea da Ota, no distrito de Lisboa, 171 cidadãos estrangeiros requerentes de asilo que estavam hospedados num 'hostel' em Lisboa, por a grande maioria ter testado positivo à presença do novo coronavírus.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1457
    29-04-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1457
    29-04-2020
    Capa Vale Tejo