Sociedade | 27-06-2020 09:02

"Não defendo políticas de baixos salários"

"Não defendo políticas de baixos salários"
Foto O MIRANTE

No Dia dos Trabalhadores Industriais Mundiais, que se assinala este sábado, 27 de Junho, O MIRANTE falou com o administrador e sócio da empresa Curtumes Fonte Velha, em Alcanena.

Joaquim Inácio é administrador e sócio da empresa Curtumes Fonte Velha, fundada em 1933 pelo pai e à qual a mãe deu continuidade. O empresário é defensor do trabalho humano em detrimento da máquina que vê como uma "facilitação" do trabalho feito pelas mãos dos trabalhadores. "Os trabalhadores industriais são a espinha dorsal de uma fábrica", refere.

No dia em que se celebra o Dia dos Trabalhadores Industriais Mundiais, este sábado, 27 de Junho, Joaquim Inácio, em conversa com O MIRANTE, diz não ser um defensor dos baixos salários uma vez que o trabalhador deve sentir-se "compensado" pelo desempenho o que, por consequência, leva a uma maior e melhor produtividade.

A dificuldade em captar trabalhadores qualificados é um drama na área dos curtumes que a empresa Fonte Velha tem conseguido ultrapassar.

Leia a entrevista completa na próxima edição em papel de O MIRANTE nas bancas na quinta-feira, 2 de Julho..

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1467
    09-07-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1467
    09-07-2020
    Capa Vale Tejo