Sociedade | 02-07-2020 20:00

Caso dos corpos trocados na morgue do Hospital de Santarém continua na mesma

Caso dos corpos trocados na morgue do Hospital de Santarém continua na mesma

Conselho de administração do Hospital de Santarém nega responsabilidades e volta a apontar o dedo a agência funerária.

A Agência Funerária Monteiro & Caneira, contratada para realizar o funeral de Manuel Nobre, e os familiares do idoso de Várzea Fresca, que foi sepultado por engano na campa de uma senhora de São José da Lamarosa, ainda aguardam um pedido de desculpas do Hospital de Santarém.

A O MIRANTE, o proprietário da Agência Funerária Monteiro & Caneira, Carlos Caneira, conta que, desde o incidente da troca de corpos na morgue do hospital, a 9 de Abril, nada se passou e ninguém foi contactado. O agente funerário confessa que tanto ele como os familiares de Manuel Nobre sofreram uma pressão psicológica muito grande naquele dia e mereciam pelo menos uma palavra. “Não resolvia, mas minimizava”, garante.

*Notícia desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1468
    09-07-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1468
    09-07-2020
    Capa Vale Tejo