Sociedade | 30-07-2020 15:00

Cabras da Quercus na Serra de Aire estão desaparecidas

Cabras da Quercus na Serra de Aire estão desaparecidas
SOCIEDADE

Ninguém sabe o que aconteceu aos animais, que tinham uma missão ambiental de controlar a vegetação e manter a biodiversidade

Quando os militares do SEPNA (Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente) da GNR abriram o curral da Junta de Freguesia de Pedrógão, no alto da Serra de Aire, em Novembro último, depararam-se com meia dúzia de animais mortos. Eram o que restava do projecto de Conservação de Habitats Naturais na Serra de Aire e Candeeiros, iniciado pela Quercus em 2011, com financiamento da União Europeia. Paulo Simões, presidente da Junta de Freguesia de Pedrógão, relatou a O MIRANTE a sucessão de acontecimentos que levou a este “triste” desfecho.

*Notícia desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira, 30 de Julho

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1468
    09-07-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1468
    09-07-2020
    Capa Vale Tejo