Sociedade | 14-08-2020 12:30

Morta pelo ex-companheiro em frente às filhas

Morta pelo ex-companheiro em frente às filhas
SOCIEDADE
foto DR

Marta Figueiredo tinha terminado a relação há poucos meses mas o ex-companheiro nunca aceitou a separação.

Matou-a com três tiros de caçadeira na casa onde viveram em Aveiras de Baixo. As filhas, das quais duas são menores, estavam na mesma casa.

Naquela tarde de domingo, 9 de Agosto, Marta Figueiredo, de 40 anos, estava em casa, depois de um almoço em família com os pais e as três filhas, quando o ex-companheiro pediu para fazer uma visita. Precisava de ir buscar material de trabalho que ainda estava lá. A relação tinha terminado há pouco tempo e Carlos Sousa, de 50 anos, não aceitava a separação. Marta acedeu ao pedido. Acabou morta por três tiros de caçadeira disparados em contexto de violência doméstica.

Notícia desenvolvida na edição em papel de O MIRANTE já nas bancas

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1475
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1475
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo