Sociedade | 16-09-2020 12:30

Autarcas do Médio Tejo querem mais apoios para ensino artístico

Financiamento proveniente da tutela para a globalidade das escolas do Médio Tejo foi “brutalmente reduzido”.

O Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo – que integra os presidentes dos 13 municípios que a compõem- está contra a "redução significativa do apoio prestado ao ensino artístico especializado da música e da dança".

Em comunicado, os autarcas do Médio Tejo dão conta de terem analisado a atribuição de verbas que resultou do Contrato de Patrocínio 2020-2026, a que os estabelecimentos de ensino se candidataram, tendo concluído que "o financiamento proveniente da tutela para a globalidade das escolas do Médio Tejo foi brutalmente reduzido, comparativamente ao anterior contrato de 2018/2024".

Nesse sentido, dando conta de "grande preocupação" com uma situação que "vai provocar profundas desigualdades regionais", os autarcas do Médio Tejo reivindicam a "abertura de um novo Concurso de Patrocínio que possibilite a reavaliação das verbas atribuídas às escolas da região e, com isso, a manutenção do número de alunos financiados por escola e por variante de ensino especializado (música e dança), nos diferentes níveis (iniciação, básico e secundário)".

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1473
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1473
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo