Sociedade | 24-10-2020 07:00

Santarém não quer ficar a ver passar os comboios

Santarém não quer ficar a ver passar os comboios
SOCIEDADE

Presidente do município relembra necessidade da construção da variante à Linha do Norte em Santarém.

O presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), não quer ficar a ver passar os comboios no que toca aos anunciados investimentos previstos pelo Governo para a ferrovia na próxima década. Na altura em que foi anunciada a recuperação do projecto da linha de alta velocidade entre Lisboa e Porto - com traçado a Oeste da serra dos Candeeiros, logo afastada de Santarém -, o autarca escalabitano espera que se mantenha a intenção do Governo, há muito prometida, de modernização da Linha do Norte entre Vale de Santarém e o Entroncamento. Uma obra que prevê uma variante ferroviária a Santarém e uma nova estação na cidade.

“Relembro que esta linha está obsoleta, continua a trazer instabilidade para as nossas encostas e, infelizmente, todos os anos é palco de vários acidentes mortais, mas continua a ser fundamental para circulação de pessoas e bens de toda esta região”, escreveu o autarca na sua página no Facebook.

Ricardo Gonçalves considera “muito importante” o grande investimento na linha de alta velocidade, mas espera que o mesmo “não inviabilize a modernização da actual Linha do Norte, nem menospreze a importância do nosso distrito”.

O autarca mostra-se convicto que “todos os agentes políticos e civis da região se unirão para que a variante à Linha do Norte em Santarém seja uma realidade”, a par de outras intervenções na actual linha que irá continuar a servir uma grande fatia do nosso país.

O Governo anunciou no dia 22 de Outubro uma nova linha de alta velocidade para ligar Lisboa ao Porto em pouco mais de uma hora, com um custo previsto de 4,5 mil milhões de euros. Um investimento a concretizar na próxima década. Na altura, como referiu Ricardo Gonçalves, o Governo não pormenorizou se o investimento de 1,5 mil milhões de euros que estava previsto para a modernização da Linha do Norte continua como prioridade.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo