Sociedade | 25-10-2020 10:00

Ceia da Silva despede-se da Entidade de Turismo com orgulho e alertas

Ceia da Silva despede-se da Entidade de Turismo com orgulho e alertas
SOCIEDADE

Presidente do Turismo do Alentejo e Ribatejo destaca o desempenho do sector, mesmo em tempos de pandemia, mas avisa que continuam a pairar nuvens negras e que são necessários mais apoios do Estado.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo (ERTAR), António Ceia da Silva, teve em Santarém uma das suas últimas intervenções públicas nessa qualidade, manifestando o seu “orgulho” pelo trabalho desenvolvido nos últimos anos, nomeadamente nos 11 municípios da Lezíria do Tejo que a integram.

Ceia da Silva participou na tarde de quinta-feira, 15 de Outubro, na inauguração do evento Sabores e Saberes, promovido pelo município escalabitano e que se destina a assinalar os 40 anos do festival Nacional de Gastronomia, este ano cancelado devido à pandemia. O ainda presidente da ERTAR referiu que todos os indicadores subiram nesta região nos últimos anos, com mais hotéis, mais alojamento local, mais animação turística e mais investimento privado.

“Hoje é uma região mais forte e mais sólida. Há um trabalho que me deixa orgulhoso nestes 11 concelhos em termos turísticos”, afirmou Ceia da Silva, informando que em Janeiro e Fevereiro deste ano a ERTAR foi a região de turismo que mais cresceu. E nos meses de Verão, já em plena pandemia, foi a região do país que menor quebra turística registou. “No turismo interno subimos mesmo em Julho e Agosto, com resultados melhores do que em 2019. Subiu o número de dormidas e muitas unidades de alojamento e restauração não baixaram os preços. Isto significa mais valor acrescentado para o território”, enfatizou.

No entanto continuam a pairar nuvens negras sobre o sector e Ceia da Silva acredita que a partir de agora a situação vai tornar-se mais complexa. Por isso defende que o Estado deve apostar ainda mais na internacionalização. “Não podemos perder esses mercados internacionais, senão corremos o risco de perder pequenas unidades que são muito importantes para a dinâmica turística da região. Tem que haver apoio e uma grande dinâmica de ânimo a esses empresários”, defendeu.

Tomada de posse na CCDR e substituição ainda por definir

Ceia da Silva foi eleito no dia 13 de Outubro presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo e aguarda pela tomada de posse, a agendar pelo Governo. Também se desconhece ainda quem lhe vai suceder à frente da Entidade de Turismo, se o seu actual vice-presidente João Cavaleiro Ferreira ou se haverá eleições intercalares.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo