Sociedade | 26-10-2020 12:30

Antiga Unicer aproveitada para plataforma de distribuição e assistência técnica

Nos últimos dias foram desmontados os depósitos de grande capacidade da antiga fábrica de cerveja em Santarém, o que indica que está em marcha o projecto para transformar o espaço numa unidade logística de distribuição de cerveja para o sul do país.

Os depósitos da fábrica de cerveja da antiga Unicer, na zona industrial de Santarém, estão a ser desmontados, naquela que deve ser uma operação para a retirada dos equipamentos que ficaram no espaço aquando do encerramento da unidade em 2016. Esta operação será um passo para a constituição de um grande centro de logística no local. O pedido para a reconversão das instalações deu entrada na Câmara de Santarém em Novembro do ano passado, segundo esclarece o presidente da autarquia, Ricardo Gonçalves, estando a decorrer os procedimentos legais e administrativos.

As instalações que são propriedade da cervejeira, que entretanto passou a designar-se Super Bock SA, pertencente ao grupo Super Bock Group, têm estado a servir como um centro de abastecimento dos produtos da empresa. O novo projecto visa reabilitar as infra-estruturas e reconverter várias áreas da unidade. Na altura em que a empresa apresentou a ideia à câmara, disse que está previsto um investimento de 2,5 milhões de euros.

Segundo o presidente da autarquia, o investimento permitirá criar duas ou três dezenas de postos de trabalho. Entre as intervenções previstas estão 12 novos cais de carga e a ampliação da área de armazenagem. O projecto tem em vista aumentar a eficiência e a capacidade de abastecimento aos clientes do sul do país, estando também perspectivado o reforço das operações de assistência técnica.

O MIRANTE contactou a empresa para saber mais informações sobre o que está actualmente a ser feito na antiga fábrica de cerveja, cuja produção está concentrada em Leça do Balio (Matosinhos), mas até ao fecho desta edição não foi obtida resposta. Num comunicado divulgado no final de 2019, o Super Bock Group diz que após a concretização da obra “ficará uma estrutura mais competitiva, eficaz e adequada, no que respeita à armazenagem, assistência técnica e distribuição, designadamente junto do canal horeca a sul do país, e com foco na cerveja à pressão, que é o expoente máximo da experiência cervejeira”.

A então Unicer anunciou que a fábrica de cerveja de Santarém encerrava em Março de 2013, finado na altura cerca de 130 funcionários no desemprego. Em 2016 a empresa anunciava para o dia 31 de Janeiro desse ano o encerramento da fábrica de refrigerantes, a antiga Rical, também em Santarém. Alguns trabalhadores aceitaram ir para Leça do Balio, outros assinaram um acordo de rescisão, houve quem tentasse a sorte na Font Salem, a outra fábrica de cerveja e refrigerantes em Santarém que pertenceu ao ex-presidente do Sporting, Sousa Cintra. Com o encerramento da unidade de refrigerantes, a Unicer teve de devolver cerca de um milhão de euros de incentivos que recebeu do Estado.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo