Sociedade | 04-11-2020 12:30

Bombeiros de Azambuja recompensados por terem estado meses sem ver as famílias

Direcção decidiu atribuir bónus salarial a 17 profissionais que estiveram ao serviço ininterruptamente nos primeiros três meses da pandemia.

A direcção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Azambuja decidiu aumentar em 50 por cento o salário de Novembro dos 17 bombeiros profissionais que estiveram ininterruptamente ao serviço durante dois meses e meio na primeira fase da pandemia de Covid-19. A informação foi divulgada, através de comunicado, pelo presidente da direcção André Salema.

“A direcção tem a plena consciência que aquilo que fizeram é grande demais para que nos fiquemos com um simples obrigado e uma palmada nas costas. Estamos muito gratos e seria impensável não discriminar positivamente esta acção”, lê-se no comunicado enviado aos 17 profissionais, a que o nosso jornal teve acesso.

André Salema salienta ainda que “o objectivo não é pagar a disponibilidade” dos bombeiros que asseguraram a actividade operacional e os serviços de transportes de doentes nos meses de Março, Abril e Maio, mas reconhecer o mérito do esforço colectivo.

Admitindo que com este esforço financeiro, na ordem dos sete mil euros, a associação poderá ter de “abrir mão de outros investimentos” no futuro, o presidente sublinha que o mais importante é “reconhecer os profissionais”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1483
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo