Sociedade | 26-12-2020 10:00

Filme de jovem de Abrantes vence prémio de Melhor Filme em Berlim

Filme de jovem de Abrantes vence prémio de Melhor Filme em Berlim
CULTURA

João Estrada realizou “Bunker” que em Março foi distinguido no Fantasporto.

O filme “Bunker – Ou contos que eu ouvi depois do mundo acabar”, de João Estrada, venceu o Prémio de Melhor Filme de Escola no Berlin Sci-Fi Filmfest. A informação foi dada pelo jovem realizador de Abrantes, de 26 anos, na sua página pessoal da rede social Facebook. Em Março deste ano o mesmo filme ganhou um dos prémios do Fantasporto. O filme retrata uma realidade de confinamento e terror muito parecida com a dos tempos que vivemos.

Em entrevista a O MIRANTE (ver edição 14 Abril 2020), João Estrada disse nunca ter pensado que a sua ficção se aproximasse da realidade actual e jamais imaginou que o seu trabalho de sete anos fosse premiado exactamente na véspera de ter começado o confinamento em Portugal.

O filme começou a ganhar forma há sete anos quando João Estrada e os seus colegas criaram o enredo do filme para o projecto da Escola Superior de Teatro e Cinema de Lisboa. “Bunker – Ou contos que eu ouvi depois do mundo acabar” relata a história de um grupo de humanos que sobreviveram a um apocalipse e são obrigados a viver numa estrutura construída debaixo da terra para evitarem a morte por radiação atómica.

O filme demorou cerca de seis anos até estar concluído e venceu o prémio nacional do Fantasporto para Melhor Filme, entre 33 concorrentes. António Capelo, Irene Cruz e Maria João Abreu são os actores que dão vida às personagens principais de Bunker. Em 2019, quando conseguiram apoio de uma empresa de pós-produção, lançaram mãos à obra e acabaram o projecto que já vinha de 2012.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo