Sociedade | 12-01-2021 18:19

Faleceu voluntária do Grupo de Apoio de Santarém da Liga Contra o Cancro

Faleceu voluntária do Grupo de Apoio de Santarém da Liga Contra o Cancro

Maria Amália Ramilo tinha 63 anos e morreu vítima de embolia pulmonar.

Maria Amália Ramilo faleceu no domingo, 10 de Janeiro, vítima de embolia pulmonar. Mami, como era mais conhecida por família e amigos, foi, durante vários anos, voluntária do Grupo de Apoio de Santarém do Núcleo Regional do Sul da Liga Portuguesa Contra o Cancro. Maria Amália Ramilo, que foi sócia-gerente da loja Arcada de Marvila, foi uma das voluntárias que recebeu o prémio Personalidade do Ano, na área da Cidadania, atribuído por O MIRANTE em 2014. O funeral realiza-se esta quarta-feira, 13 de Janeiro.

Em entrevista a O MIRANTE, em Fevereiro de 2015, Maria Amália Ramilo contou que teve cancro da mama e no final dos tratamentos decidiu que queria ajudar pessoas que estavam a passar pela mesma situação. “Durante os tratamentos encontrei muitas doentes que queriam saber tudo sobre as minhas pinturas e sobre a minha peruca porque diziam que eu não tinha aspecto de quem tinha cancro. Fui dando algumas dicas de como deviam fazer para ficarem com um aspecto mais 'saudável'. Comecei a pensar no assunto e decidi ser voluntária e sentir-me útil”, afirmava nessa entrevista sempre com um sorriso e bem disposta.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1491
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1491
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo