Sociedade | 14-01-2021 07:00

Região tem de aproveitar o potencial da agricultura se quiser crescer

Região tem de aproveitar o potencial da agricultura se quiser crescer
SOCIEDADE

Presidente do Novo Banco, António Ramalho, considera que há projectos interessantes na região e que daqui por três meses os empresários estarão a delinear novos investimentos.

A evolução que a agricultura teve nos últimos anos constitui “uma belíssima oportunidade para a região de Santarém”, que deve apostar na clusterização deste sector para crescer economicamente, defende o presidente do Novo Banco. António Ramalho, falou das suas perspectivas sobre a região à margem do "Portugal que Faz", iniciativa do Novo Banco, que no dia 7 debateu na Startup de Santarém os desafios do tecido empresarial da região face à crise pandémica.

Para António Ramalho a região tem de apostar naquilo que faz bem, clusterizando sectores e convocando as empresas para contribuírem para esses sectores, sendo que o cluster da agricultura ou do agro-alimentar deve ser uma das apostas. O gestor diz que esta estratégia tem faltado a uma região que precisa de chamar vantagens competitivas, sublinhando que o agro-alimentar tem um valor acrescendo acima do nível nacional que deve ser aproveitado. O presidente do Novo Banco tem pena que não se esteja a fazer uma reflexão profunda sobre o regadio na zona do Tejo. Sobre o projecto de aproveitamento hidráulico do Tejo, refere que já se devia estar a fazer uma análise aprofundada.

*Notícia desenvolvida na edição semanal em papel desta quinta-feira, 14 de Janeiro

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1490
    19-08-2020
    Capa Vale Tejo