Sociedade | 20-02-2021

Juntas de freguesia trabalham para combater desigualdades sociais

1 / 4
Juntas de freguesia trabalham para combater desigualdades sociais

Rui Martinho

2 / 4
Juntas de freguesia trabalham para combater desigualdades sociais

António Camilo

3 / 4
Juntas de freguesia trabalham para combater desigualdades sociais

Pedro Alexandre Serrano Cordeiro de Matos

4 / 4
Juntas de freguesia trabalham para combater desigualdades sociais

Avelino Correia

A pandemia tem contribuído para o aumento das desigualdades sociais na região ribatejana. As juntas de freguesia têm desempenhado um papel fundamental no combate a esta realidade. A propósito do Dia Mundial da Justiça Social, O MIRANTE conversou com os presidentes de junta das Mouriscas, Chamusca, Golegã e Manique do Intendente.

O fenómeno das desigualdades sociais agravou-se desde que vivemos em pandemia; a liberdade está condicionada e as oportunidades são cada vez menos, sobretudo entre os mais desfavorecidos. As juntas de freguesia da região ribatejana têm desempenhado um papel fundamental no combate a estas desigualdades, nomeadamente no que diz respeito ao acesso à educação, saúde e bens alimentares.

A propósito do Dia Mundial da Justiça Social, que se celebra a 20 de Fevereiro, O MIRANTE conversou com alguns autarcas da região que receiam o futuro, e confessam a sua preocupação pelas famílias que sofrem de dificuldades mas têm “vergonha” em admitir.

Reportagem desenvolvida na próxima edição de O MIRANTE nas bancas à quinta-feira.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1496
    10-02-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1496
    10-02-2021
    Capa Vale Tejo