Sociedade | 21-02-2021 15:00

Aumento do auto-caravanismo potencia crescimento da CaravanLux

Aumento do auto-caravanismo potencia crescimento da CaravanLux
ECONOMIA
Vítor Simões

Empresa de Vítor Simões tem clientes em diversos pontos do país.

A CaravanLux iniciou a actividade de venda de autocaravanas usadas a 14 de Fevereiro do ano passado, no Alto do Vale, em Vale de Santarém, e o proprietário, Vítor Simões, faz um balanço positivo do primeiro ano de actividade.

A empresa disponibiliza um serviço especializado, exclusivamente para aquele tipo de veículos proporcionando um vasto leque de oferta. Para os bons resultados tem contribuído a vasta experiência de Vítor Simões no ramo, quer ao nível da importação, quer em termos de vendas.

Actualmente, a maior dificuldade que a CaravanLux enfrenta é a documentação. Devido à pandemia os processos de legalização estão sujeitos a atrasos e as entregas são afectadas, uma situação que Vítor Simões espera ver ultrapassada em breve.

O empresário conta que, apesar das naturais preocupações com a actual situação, foi surpreendido pela positiva com o que se tem passado no seu ramo de negócio. “O facto de termos a empresa sediada no concelho de Santarém e termos várias unidades vendidas para outras zonas do país, como o Algarve, dá-nos a indicação que o nosso nome chega muito para além do distrito e que temos boas perspectivas de crescimento”, sublinha.

Com o turismo itinerante a ser cada vez mais procurado, a CaravanLux tem no horizonte aumentar ainda mais a oferta, como explica Vítor Simões. “O caminho faz-se caminhando. O auto-caravanismo há muito que vem a expandir-se exponencialmente em toda a Europa e há uns anos a esta parte também em Portugal. Já possuímos uma rede considerável de áreas de serviço em todo o território. Nota-se também um aumento da procura pelas faixas etárias mais novas e temos que estar à altura para oferecer aquilo que procuram. Será esse o nosso grande objectivo em termos futuros”.

Mais Notícias

    A carregar...

    Edição Semanal

    Edição nº 1496
    10-02-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1496
    10-02-2021
    Capa Vale Tejo