Sociedade | 01-03-2021 15:00

Parque da Murteira é uma vergonha dizem camionistas de Samora

Parque da Murteira é uma vergonha dizem camionistas de Samora
SOCIEDADE
foto DR

Motoristas de pesados dizem-se obrigados a estacionar em ruas com sinalização de proibição por falta de segurança no único parque de pesados da Murteira. GNR não tem perdoado e já passou dezenas de multas.

Em Samora Correia os motoristas de veículos pesados de mercadorias estão a perder a conta às multas de estacionamento indevido e culpam a Câmara de Benavente por não garantir condições de segurança no parque de pesados da Murteira, no Porto Alto. Na última reunião do executivo municipal, um motorista foi pedir à autarquia que reconsidere e retire os sinais de proibição de estacionamento a veículos pesados na Rua do Prado e no bairro Arneiro dos Corvos, em Samora Correia.

O município diz que já fez o que lhe competia ao dotar o parque da Murteira de melhores condições e que deviam ser as transportadoras a assegurar a vigilância do espaço. Por sua vez, algumas das empresas de transportes sediadas no município dispõem dos seus próprios parques, que não agradam aos trabalhadores por causa dos horários a que entram ao serviço e distância, não estando, por isso, disponíveis para gerir um outro parque alternativo.

Mas os motoristas não se conformam e dizem que “não têm onde deixar as suas viaturas” e que a Murteira continua a não ser solução. “É o parque da vergonha onde foram enterrados 150 mil euros e paus e brita”, disse o motorista Pedro Soares, lembrando que já foram roubadas duas viaturas, carga e combustível.

Na sua intervenção, o profissional do volante, que também é coordenador do núcleo concelhio do Chega de Benavente, referiu que “há motoristas que já têm mais de 10 multas para pagar” e que “ao contrário do que se pensa [os motoristas] têm salários baixos”.

Município investiu em parque mas poucos o utilizam

Em resposta o presidente do município, Carlos Coutinho, confirmou que foram gastos 150 mil euros no parque da Murteira, “com o objectivo de dotar o espaço de uma rede de drenagens pluviais, construção de uma base para suportar [o peso dos] camiões”, iluminação e vedação provisória. A autarquia assumiu ainda o compromisso de construir balneários e um espaço administrativo, no caso de alguma entidade ligada aos motoristas se chegar à frente para gerir o espaço.

Carlos Coutinho adiantou que o município tem mantido conversações com o Grupo de Motards de Samora Correia, do qual fazem parte muitos motoristas de pesados, e que foi demonstrado interesse em terem a sua sede no parque da Murteira e assim poderem tomar conta do espaço.

O parque da Murteira entrou em funcionamento em 2009 e, apesar de ter capacidade para estacionar mais de meia centena de camiões, continuam a ser poucos os que lá param. Os motoristas continuam a preferir infringir a lei e estacionar dentro de Samora, mesmo com o risco de serem multados e de serem constantemente criticados pelos moradores que se queixam da falta de sossego.

Mais Notícias

    A carregar...