Sociedade | 06-04-2021 21:12

Prisão preventiva para suspeito do homicídio do rapper de Glória do Ribatejo

Prisão preventiva para suspeito do homicídio do rapper de Glória do Ribatejo

Principal suspeito de ter morto à facada Silvano Francisco vai responder por dois crimes de homicídio simples na forma consumada e tentada e tráfico.

O homem, de 22 anos, suspeito de ter morto o rapper de Glória do Ribatejo, Silvano Francisco, com uma arma branca, no interior da sua habitação, em Marinhais, está acusado de vários crimes e vai aguardar julgamento em prisão preventiva. A medida de coacção mais grave foi aplicada pelo Juízo de Instrução Criminal (JIC) do Tribunal de Santarém, onde o suspeito e outros três arguidos foram ouvidos a 31 de Março.

O principal suspeito da morte do rapper conhecido por Dr. Fresh, vai responder pelos crimes de homicídio simples na forma consumada, homicídio simples na forma tentada e tráfico de menor gravidade.

Os restantes três arguidos estão acusados dos crimes de violação de domicílio e outro de ofensa à integridade física simples, e vão aguardar julgamento em liberdade, sujeitos a duas apresentações semanais no posto policial da área da sua residência e a termo de identidade e residência.

Segundo a Polícia Judiciária (PJ) na madrugada de terça-feira, 30 de Março, depois quatro homens terem invadido a casa em Marinhais para cobrar uma dívida de um “negócio ilegal”, o suspeito de 22 anos “reagiu de forma muito violenta, tendo, desde logo, esfaqueado mortalmente” Silvano Francisco, que era um dos invasores.

O rapper, recorde-se, acabou por morrer a oito quilómetros do local do crime, no interior da sua habitação, em Glória do Ribatejo, onde morava com a companheira e a filha bebé.

Mais Notícias

    A carregar...