Sociedade | 11-04-2021 07:00

Passagens de nível em Santarém continuam com sinal vermelho

Passagens de nível em Santarém continuam com sinal vermelho
SOCIEDADE

CDU realizou acções de rua em Santarém para chamar a atenção para o perigo nas várias passagens de nível.

Os eleitos da CDU na Assembleia Municipal de Santarém realizaram uma acção de rua nas passagens de nível de Vale de Santarém, Peso, Assacaias e Vale de Figueira que visou sublinhar a necessidade da resolução dos problemas de segurança existentes. Uma das paragens foi na passagem de nível do Peso, encerrada há quase um ano após dois acidentes mortais e para a qual tarda a ser encontrada uma solução alternativa.

Para os autarcas da CDU essa travessia não parece ser o local ideal para uma passagem de nível, pelos riscos associados à reduzida visibilidade e à estreiteza das vias de acesso, que dificultam a manobra a veículos pesados como os que estiveram envolvidos nos dois acidentes fatais.


Os deputados municipais André Arraia Gomes e Leonor Fonseca (PCP) e Francisco Madeira Lopes ( “Os Verdes”) consideram que a passagem de nível do Vale de Santarém apresenta uma visibilidade reduzida com a agravante do acesso ser feito, por parte de quem vem do campo e do concelho do Cartaxo, por uma antiga ponte que tem uma proibição de circulação de veículos com mais de 10 toneladas. Restrição que, segundo a população, não é cumprida, sobretudo na época da colheita do tomate, o que põe em risco a própria ponte. Por isso, defendem a criação de uma passagem alternativa desnivelada ou uma eventual alteração do traçado ferroviário.


Também a passagem de nível das Assacaias apresenta visibilidade reduzida e é estreita. Os autarcas lembram que há muito que a população exige a construção de uma via rodoviária alternativa, entre Assacaias e Ribeira de Santarém, que não atravesse a Linha do Norte. Um projecto que a Infraestruturas de Portugal já se comprometeu a concretizar.


Em Vale de Figueira a passagem de nível tem boa visibilidade existindo também um projecto para a construção de uma passagem desnivelada. Os eleitos da CDU dizem ainda que falar de ferrovia no concelho é indissociável da questão do desvio da Linha do Norte, que consideram fundamental e resolveria de uma assentada os problemas das passagens de nível.

Mais Notícias

    A carregar...