Sociedade | 05-06-2021 15:00

Futebol de formação do Alhandra passa para o campo da Cimpor

Futebol de formação do Alhandra passa para o campo da Cimpor
SOCIEDADE

Empresa cimenteira aceitou ceder ao município de Vila Franca de Xira o seu campo de jogos para que nele seja instalado um piso sintético que permita ao Alhandra Sporting Club retomar a formação de jovens atletas.

Vai voltar a haver futebol de formação no Alhandra Sporting Club (ASC), que abandona de vez o degradado Campo da Hortinha e vai instalar-se no Estádio Cimpor, o campo de jogos da empresa cimenteira que vai ser cedido ao município.

O protocolo a rubricar entre a cimenteira e o município, que foi alvo de duras negociações entre as duas partes, foi aprovado na reunião de câmara de 26 de Maio. Prevê que a câmara realize obras de melhoria e conservação do espaço, que incluem a eliminação da actual pista de atletismo e a instalação de um novo piso sintético a tempo do arranque da próxima época desportiva. O equipamento será depois cedido ao ASC para que este fomente a prática desportiva de formação, situação que permitirá ultrapassar provisoriamente o problema da falta de um campo de futebol em condições.

O presidente do executivo, Alberto Mesquita, diz que já está em curso a preparação do concurso público para instalação do sintético no campo da Cimpor e espera ter o assunto resolvido antes do final do mandato. A proposta foi aprovada por maioria com a abstenção do Bloco de Esquerda.

Solução provisória

Alberto Mesquita admite que a solução é provisória e que não se pode perder de vista a solução definitiva, que passa pela criação do novo campo de jogos junto às Piscinas Baptista Pereira, num terreno já comprado pela câmara e cedido ao clube. Mas é algo que só poderá acontecer quando os solos contaminados da Cimianto forem recuperados e tratados. O autarca admite que vai ser estudada uma nova localização em Alhandra para a construção de uma pista de atletismo e defende a ideia de se avançar nos terrenos da Marinha.

A oposição CDU, pela voz de Cláudia Martins, lamentou que a solução seja apenas um remendo e não resolva os problemas de fundo do clube. “Votamos a favor apenas porque é urgente que haja aqui uma solução para o campo do ASC. Mas esta solução é apenas um penso rápido”, criticou. Também Carlos Patrão lamentou a solução provisória e o fim da pista de atletismo ali existente.

Hortinha pode ser estacionamento

O espaço do antigo Campo da Hortinha é privado e, para Alberto Mesquita, o seu futuro poderá passar pela construção de um novo parque de estacionamento que sirva a estação de comboios. Isto, claro, se os donos aceitarem baixar o valor que pedem pelo espaço. “Os valores que nos pediam eram absolutamente inaceitáveis. Talvez os proprietários estejam disponíveis para reanalisar os valores porque nem nós temos essa capacidade de pagar o que pedem nem o terreno vale isso”, notou.

Mais Notícias

    A carregar...