Sociedade | 07-06-2021 12:30

Associação Misericórdia de Alhandra  põe imóveis à venda para financiar obras

Associação Misericórdia de Alhandra  põe imóveis à venda para financiar obras
SOCIEDADE

Instituição pretende encaixar receitas extraordinárias para alargar instalações.

A Associação do Hospital Civil e Misericórdia de Alhandra vai vender os imóveis em ruínas situados nos números 28 e 30 da Rua 5 de Outubro, em Alhandra. A receita vai servir para a aquisição de um edifício contíguo às instalações da instituição, para permitir a sua expansão, explica a O MIRANTE o provedor José Alves.

Os dois edifícios que vão ser vendidos, além de estarem em ruínas “são demasiado pequenos” para as necessidades da instituição, que presta serviços de apoio domiciliário, centro de dia e lar para idosos. No último ano, explica o provedor, houve uma redução de 40 utentes do lar, sendo que, com a pandemia e a necessidade de os novos utentes terem de fazer isolamento profilático, não foi possível preencher estas vagas, pois a instituição não dispõe de quartos suficientes para “colocar tanta gente em quarentena”.

José Alves acrescenta ainda que, devido à Covid-19, as contas de 2020, apresentadas na última assembleia-geral, realizada na sexta-feira, 28 de Maio, foram negativas, uma vez que a aquisição de equipamentos de protecção individual trouxe despesas extra à instituição. Recorde-se que, no final de 2020, houve um surto de Covid-19 no lar, que causou 24 mortes e ainda 59 utentes e 16 funcionários infectados.

No entanto, o provedor ressalva que a venda dos imóveis não está ligada aos resultados negativos do exercício de 2020, pois já era intenção da instituição, há pelo menos 20 anos, vender os edifícios, que não têm qualquer préstimo.

Mais Notícias

    A carregar...