Sociedade | 20-07-2021 17:12

Homem vandaliza campa da própria filha no Cemitério da Carregueira

Homem vandaliza campa da própria filha no Cemitério da Carregueira

Pai destruiu sepultura da própria filha, falecida há uns meses, por não aceitar fim de relacionamento.

Um homem com cerca de 30 anos vandalizou a campa da própria filha por não aceitar o fim de relacionamento com a ex-mulher e mãe da menina, que faleceu há uns meses. O episódio aconteceu no Cemitério da Carregueira, concelho da Chamusca, e de acordo com o presidente da junta, Rui Gonçalves, já foi apresentada queixa às autoridades.

O autarca explicou a O MIRANTE que o casal vive há alguns anos na aldeia e que os episódios infelizes acontecem com regularidade. O homem já cumpriu por várias vezes serviço comunitário na junta de freguesia.

De acordo com o artigo 254.º do Código Penal, profanar lugar onde repousa pessoa falecida ou monumento aí erigido em sua memória, praticando actos ofensivos do respeito devido aos mortos é punido com pena de prisão até 2 anos ou com pena de multa até 240 dias.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1536
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1536
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo