Sociedade | 20-07-2021 12:00

Um italiano que trouxe o sabor da verdadeira pizza para Santarém

Um italiano que trouxe o sabor da verdadeira pizza para Santarém
ECONOMIA
Roberto Di Cristo abriu, em tempo de pandemia, o restaurante Sapori D’Itália, situado no centro histórico de Santarém.

Roberto Di Cristo abriu, em tempo de pandemia, o restaurante Sapori D’Itália, situado no centro histórico de Santarém. A propósito do Dia Mundial da Pizza, que se assinala a 10 de Julho, O MIRANTE foi conhecer o segredo das receitas do pizzaiolo que afirma ter sido muito bem recebido pelos escalabitanos.

Roberto Di Cristo, 30 anos, é proprietário do restaurante Sapori D’Itália, em Santarém, contando com a ajuda da sua namorada, Beatriz Padre. A O MIRANTE explica que para confeccionar a tradicional pizza italiana são necessários quatro ingredientes que precisam ser misturados com muito cuidado e sabedoria: farinha, sal, água e levedura. A massa é feita antecipadamente e fica a levedar até ao momento de ir ao forno.

Nasceu perto de Nápoles, no sul de Itália, e diz que sempre foi apaixonado por cozinha, embora tenha começado por trabalhar no ramo da aviação, onde foi tripulante. Foi lá que conheceu Beatriz Padre, também apaixonada por cozinha. O casal tem por hábito receber amigos em casa e foi assim que a ideia de terem o próprio restaurante começou a ganhar forma.

Quando a pandemia começou a afectar as empresas de aviação decidiram vir para Portugal e, alguns meses depois, abriram o restaurante situado na Travessa da Boleta, no centro histórico de Santarém. Diz que teve muita facilidade em adaptar-se à cidade porque as pessoas “gostam de comer bem, são simpáticas e acolhedoras, tal como acontece com os italianos”.

Roberto Di Cristo fez formação para aprender a confeccionar pizzas e é das suas mãos que saem as pizzas do seu restaurante. Além dos ingredientes e de saber o momento certo para retirar a pizza do forno, o pizzaiolo afirma que o segredo é a simplicidade e o amor com que se cozinha. “Se uma pessoa não gosta do que faz as coisas não correm bem. O amor e paixão devem estar presentes em tudo o que fazemos”, afirma, com convicção.

Roberto explica que as pizzas confeccionam-se habitualmente em forno a lenha, mas a Câmara de Santarém não autorizou a colocação de um por estar no centro histórico da cidade. O obstáculo tornou-se numa vantagem uma vez que o casal comprou um forno eléctrico que recria o forno a lenha e que cozinha as pizzas da mesma forma, com a vantagem de ser mais rápido. “Basta colocar o forno a uma temperatura entre os 380 e 450 graus e entre 60 a 90 segundos a pizza está pronta”, diz.

O MIRANTE assistiu à confecção da tradicional pizza napolitana. Depois da massa estar arredondada acrescenta-se molho de tomate, queijo típico italiano, queijo mozarella e azeite; com uma espátula coloca-se a pizza no forno e vai-se rodando até estar no ponto certo. O último toque dá-se adicionando manjericão fresco.

Roberto Di Cristo lamenta que os portugueses não conheçam a verdadeira comida caseira italiana, que é muito mais do que massas, risottos ou pizzas. No Sapori D’italia o cliente tem ao seu dispor uma variedade de comida italiana, confeccionada com a ajuda do chef João Garrido.

Mais Notícias

    A carregar...