Sociedade | 24-11-2021 15:58

Pulseira electrónica para suspeito de violência doméstica em Azambuja

Suspeito perseguia e ameaçava a ex-companheira na presença dos filhos menores.

Um homem, de 45 anos, vai ficar com pulseira electrónica a aguardar julgamento por suspeita de violência doméstica contra a sua ex-companheira, de 40 anos, revelou esta quarta-feira, 24 de Novembro, a GNR.

Na origem da detenção, efectuada a 22 de Novembro, estão suspeitas de que perseguia, confrontava e ameaçava a vítima na presença dos filhos menores. “numa tentativa de lhe provocar medo e inquietação, afectando gravemente a sua liberdade e as suas rotinas”, refere a Guarda em comunicado.

Segundo a GNR o “suspeito não aceitava o término da relação e persistia em manter comportamentos de assédio persistentes contra a vítima”.

No seguimento das diligências policiais, foi dado cumprimento a um mandado de detenção. O detido foi presente a 23 de Novembro, ao Tribunal Judicial de Alenquer, onde lhe foi decretada a medida de coacção de afastamento e proibição de contacto com a vítima, controlado por pulseira eletrónica, tendo ainda sido sujeito a apresentações bissemanais no posto policial da área de residência e a exame psicológico.

Mais Notícias

    A carregar...
    Logo: Mirante TV
    mais vídeos
    mais fotogalerias

    Edição Semanal

    Edição nº 1536
    01-09-2021
    Capa Médio Tejo
    Edição nº 1536
    01-09-2021
    Capa Vale Tejo